O Hulk da Marvel é Mark Ruffalo, e isso é fato. Mas Edward Norton já interpretou esse papel, e ninguém se lembra disso. Pois bem, ele aproveitou o seu discurso no ‘roast’ de Bruce Willis para falar um pouco de um dos seus fracassos na carreira: O Incrível Hulk.

Norton falou da atitude despreocupada que Willis teve ao longo de sua carreira, enquanto que ele mesmo recebeu o rótulo de “ator difícil”. Edward confessou que deveria ter aprendido com Willis, no lugar de ter ficado tão obcecado com o seu trabalho.

 

“Tentei ser como você. Fiz um grande filme de ação chamado O Incrível Hulk. Sabe o que deu errado? Queria um roteiro melhor. Pensei que deveria tentar fazer um filme da Marvel que fosse tão bom como o pior filme de Christopher Nolan. Mas… o que diabos eu estava pensando?”

 

Apesar de Zak Penn assinar o roteiro, fato é que Edward Norton re-escreveu o roteiro do filme como parte do seu acordo com a Marvel e, no processo, ele mudava as cenas todos os dias, segundo Tim Roth.

Louis Leterrier, diretor do filme, estava de acordo com Norton, mas a Marvel não, pois queria um filme mais simples e focado na ação, buscando se diferenciar ao máximo da adaptação dirigida por Ang Lee em 2003.

Leterrier confessou mais tarde que eles não foram capazes de se entender, e o filme saiu prejudicado. O Incrível Hulk arrecadou US$ 263 milhões de bilheteria, algo decepcionante para um filme que custou US$ 150 milhões.

Isso, unido ao conflito com Norton e as más críticas, fez com que a Marvel optasse por Mark Ruffalo para o personagem.