A Disney começa a se organizar para arrumar a casa de Star Wars. Depois do enorme fracasso de Han Solo: Uma História Star Wars, a empresa replanejou a sua estratégia sobre a quantidade de filmes por ano, assim como os spin-offs dos personagens icônicos.

Nesse momento, o que é certo é que o filme de Obi-Wan Kenobi ainda está em desenvolvimento. Já o filme sobre Boba Fett foi para o telhado (graças a Deus, pois muita gente não queria isso).

O projeto do filme sobre Boba Fett foi anunciado em maio de 2018, um pouco antes da estreia do filme sobre Han Solo. Na verdade, esse filme tinha que sair antes de Solo, mas problemas com o roteiro provocou um adiamento do longa.

Erick Weber, crítico de cinema, garante que Kathleen Kennedy, presidente da Lucasfilm, falou para ele que “o filme de Boba Fett estava morto”, e garantiu que os esforços estavam centrados em The Mandalorian, primeira série live-action de Star Wars coordenado por Jon Favreau, e que será exclusiva do serviço de streaming da Disney.

O filme do Boba Fett estava em desenvolvimento desde 2012, e o roteiro e direção do longa ficariam por conta de James Mangold (Logan). Porém, como Han Solo foi um fracasso completo, a Disney deu para trás no projeto do lendário personagem.

Há quem diga que até o filme de Obi-Wan Kenobi está suspenso, e pode ser cancelado nos próximos meses. Tudo vai depender do sucesso de Star Wars: Episódio IX e da repercussão que The Mandalorian vai alcançar.

A melhor forma de traduzir essas decisões é com a frase: “a Disney finalmente entendeu que Star Wars não é Marvel Cinematic Universe”.

Nos acostumamos a ver três filmes da Marvel por ano, pois um é uma sequência do outro, e toda a proposta narrativa é diferente. No caso de Star Wars, estamos falando de um grande evento a cada filme. Uma experiência cinematográfica singular.

E devo reconhecer que Star Wars estava virando uma grande carne de vaca. A Disney estava fazendo a franquia cair no lugar comum, e isso não pode acontecer com uma marca tão forte.

Fico feliz por alguém na Disney ter entendido que precisava mudar tudo, e pisar o pé no freio é fundamental para não jogar fora uma das franquias mais amadas da história do cinema.