Star Wars

David Fincher é um dos diretores mais talentosos e determinantes dos últimos tempos. Porém, é curioso saber que ele teve medo ao receber um convite para dirigir uma franquia tão grande como Star Wars e, por conta do medo, recusou o trabalho.

O próprio Fincher revelou a história durante a sua mais recente participação no podcast da revista Empire, confessando que chegou a ter reuniões com os executivos para falar sobre o tema.

Fincher alegou que o medo se intensificou pelo fato dos dois últimos filmes da franquia (O Despertar da Força e Rogue One) foram um grande sucesso. Para ele, Star Wars está em um outro nível.

Em tom irônico, Fincher afirmou também que não iria conseguir dirigir Harrison Ford e Carrie Fisher, e jamais suportaria a pressão de ter que alcançar mais de US$ 1 bilhão em bilheteria.

 

 

O diretor reforça que é preciso estar 100% seguro para se comprometer com uma produção desse porte, que sequestraria dois anos de sua vida, e que não era o seu caso. Por isso, a combinação de todos esses fatores resultou na sua recusa.

Para Fincher, Irvin Kershner, diretor de O Império Contra-Ataca, foi quem obteve um melhor resultado final dentro da franquia.

No final das contas, parece que ele tomou a decisão correta, principalmente depois de saber que ele poderia ser demitido durante o processo de desenvolvimento do filme.

 

Via Empire Online