Sob Pressão
Sob Pressão (Divulgação)
  • por Victor Hugo Morais

A Globo exibiu na noite desta quarta-feira (26) um episódio de Sob Pressão que está até agora repercutindo nas redes sociais e na crítica especializada. São muitos os feitos destacados, como a gravação feita em três planos sequência com nenhum outro corte, e o esplêndido trabalho de Marjorie Estiano como Carolina.

E em meio aos elogios, existem lamentações, já que a Globo decidiu que essa é a última temporada de Sob Pressão, causando revolta nos fãs do seriado, afinal, a atração é uma das melhores realizadas pela emissora carioca no segmento, senão a melhor.

E esse é um feito raro no Brasil. Estamos muito habituados a fazer oba oba por produções estrangeiras, logicamente por serem na maioria muito melhores que as feitas aqui. Mas alguns trabalhos, como Sob Pressão, não perdem em nada para os realizados lá fora, e mostram que o país está no caminho certo.

Afinal de contas, se a Globo quer emplacar o Globo Play, qual a logica de abandonar seu principal título na atualidade? Histórias envolvendo bastidores de hospitais são infinitas, não por acaso toda hora um novo enredo sobre o assunto é lançado. Se não falta história, e se o público almeja mais, o que está pegando?

Fato é que além da série, que faz jus aos elogios, é impossível não tratar sobre Marjorie Estiano. A atriz sempre se destaca em seus trabalhos, e mais uma vez emociona com Carolina. A força dessa médica, grávida, com uma arma apontada para seu rosto e o de seu marido, lutando para salvar um bandido e evitar mais mortes, estava toda retratada ali no semblante de Marjorie, que nem precisava abrir a boca para evidenciar a tortura psicológica que estava vivenciando.

O auge ocorreu quando Carolina trombou com um carrinho e ela na hora imaginou que havia perdido seu bebê. Porém, sabia que precisava salvar outras pessoas e optou por seguir se torturando em benefício dos outros.

Sob Pressão deixou para o público descobrir somente na semana que vem se Carolina sofreu um aborto. É possível que não, afinal, não seria nada legal encerrar a trajetória da série assim. A conferir.

(E não custa nada torcer para que a Globo mude de ideia…)

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui