Um importante legado da televisão norte-americana está chegando ao fim, apesar de compreender que esta série durou mais do que eu imaginava.

A CBS anunciou oficialmente que Criminal Minds está renovada para a décima quinta temporada, ao mesmo tempo que confirmou que a nova temporada será a última da série. Desse modo, chega ao fim uma das mais importantes séries procedurais/criminais do começo do século XXI.

O series finale de Criminal Minds será exibido nos Estados Unidos durante a temporada 2019/2020, e a série vai superar com certa folga a marca de 300 episódios exibidos. Mais precisamente 324 episódios, já que a temporada 15 conta com 10 episódios encomendados.

Criminal Minds vai chegar ao fim como uma das produções com o maior número de episódios da história da TV norte-americana, além de ser uma das séries que mais tempo ficou no ar, empatando em número de temporadas com ER e CSI, e ficando atrás de outros dramas criminais lendários, como Navy e Law & Order.

A ideia da CBS com essa decisão é planejar um final digno para Criminal Minds, que nesse momento está com sua 14a temporada em exibição. O canal não quer simplesmente encerrar a série com uma história em curso, e deseja o planejamento dessa história final.

O que cham a atenção nessa decisão é que a temporada final de Criminal Minds será mais fechada, com um início de temporada em duas partes, com uma grande confissão e um membro do time em grande perigo.

Erica Messer, showrunner da série, afirmou que será introduzido na história “um personagem que será um digno adversário para o time, em especial para David Rossi”, e a temporada final vai mostrar um grande enfrentamento contra um vilão formidável.

Criminal Minds sempre funcionou na programação da CBS, mesmo perdendo audiência nas últimas temporadas. O que os fãs mais esperam é um final digno para a série, e ao menos o planejamento do canal é para que tal objetivo seja alcançado.