Tudo indica que sim. E por um bom senso geral.

Por mim, The Big Bang Theory (CBS) já teria acabado há muito tempo. Deixei de acompanhar a série na sexta temporada, quando entendi que ela tinha se tornado a ‘série de uma piada só’ #bazinga. Mas o que é o meu gosto diante do fato da comédia de Chuck Lorre e Bill Prady ser a número um na audiência dos EUA?

Exatamente isso que você acabou de pensar: nada. Meu gosto não significa nada. E a série avançou por mais cinco anos.

Não dá para culpar a CBS. Em tempos onde a TV aberta norte-americana precisa competir com um monte de coisas (especialmente com a internet), ter alguma coisa que dá dois dígitos de audiência geral e uma demo 18-49 anos acima do 2.0 é uma vitória (e olha, que The Big Bang Theory já teve demos de mais de 5 pontos). É perfeitamente compreensível ver a série durar tanto tempo.

Porém, ao que tudo indica, parece que a jornada dos nerds no horário nobre está chegando ao fim.

Os discursos da produção da série e do elenco são conservadores. Nesse momento, a série está oficialmente renovada para a 12a temporada (2018-2019), mas não há aquele entusiasmo em afirmar que ela pode seguir em frente depois disso. Pelo contrário: os envolvidos alegam que podem estar perto do fim por diferentes motivos.

Um deles é o desejo de voltar para a casa e rever suas famílias. Johnny Galecki foi quem expressou essa ideia. Já Bill Prady alegou que pensa no final da 12a temporada como um season finale e também um series finale, uma vez que nada de diferente ou oficioso foi dito nesse sentido.

Entendo que o grande obstáculo para mais uma renovação para The Big Bang Theory seja mesmo o salarial. A série se tornou cara demais, onde a maioria do elenco principal ganham em torno de US$ 900 mil por episódio (Melissa Rauch e Mayim Bialik ganham US$ 500 mil por episódio). Não creio que a CBS está disposta a pagar esse rio de dinheiro por mais duas temporadas da série, por mais lucrativa que ela seja.

Por fim, apesar dos produtores ainda afirmarem que ainda querem contar novas histórias, a necessidade de abrir espaço para o novo faz com que a própria CBS coloque o fim da linha para uma série que já tem o seu nome na história da televisão. The Big Bang Theory foi um marco inesperado e sem precedentes. Já cumpriu com o seu papel.

E uma hora tudo precisa acabar.