Duas coisas que me esqueci de comentar sobre o MTV VMA 2018, que também refletem o movimento de mudança de comportamento e visão de mundo do jovem norte-americano médio, e que as escolhas feitas por eles ilustram claramente essas mudanças.

No passado, existia uma categoria no VMA chamada Escolha da Audiência, que era o melhor videoclipe de acordo com a votação popular. Como hoje todos os vencedores são escolhidos pela audiência da MTV (com exceção das categorias técnicas, por motivos óbvios), uma categoria específica é promovida para a interação com o público, que é de Artista Revelação.

A MTV entende que esse é um prêmio único, pois todos os indicados só contam com uma chance na vida para levar este Astronauta de Prata para casa. A categoria ficou tão importante que, ao longo de um mês, são seis indicados para vencer, mas na noite da premiação, apenas dois ficam elegíveis aos votos finais. No caso, a votação dessa categoria se estende até o penúltimo bloco do evento ao vivo na TV.

Em 2018, duas eram as indicadas.

Cardi B, rapper que surgiu basicamente do nada, e que muito foi comparada com Nicki Minaj por contar com um perfil semelhante, mesmo sendo conceitualmente diferente. Ela se destaca por ser uma mulher independente, e que teve a coragem de ter um filho mesmo no início de carreira, algo incomum dentro da indústria fonográfica, pois a maternidade automaticamente a afastou dos palcos, algo que historicamente foi prejudicial para as cantoras.

 

 

Hayley Kiyoko foi a vencedora do prêmio PUSH MTV, que é um segmento do canal que impulsiona jovens músicos independentes, incentivando a audiência a acompanhar mais de perto os seus trabalhos, por entender que o futuro da música está nas mãos desses artistas. Além de linda, talentosa e fazer uma música boa, Hayley é assumidamente lésbica, e defende no seu discurso artístico a igualdade de gênero, o fim do preconceito contra as minorias e a liberdade de expressão e decisão sobre posturas e atitudes das mulheres, independente da sua condição sexual.

Seja pela postura em pró da mulher independente ou pelo olhar mais positivo para os homossexuais, a categoria Artista Revelação já ganharia e muito, independente da escolha. Cardi B venceu com justiça, pois foi aquela que obteve a maior visibilidade dentro do cenário fonográfico nos últimos 12 meses. Mas Hayley Kiyoko vencendo o PUSH MTV é algo que também deve ser muito valorizado.

De novo: o MTV VMA 2018 dá sinais claros sobre como o novo está chegando, e que o jovem norte-americano médio da chamada “geração millennial” está mostrando que já pensa, sente e vive a vida diferente das gerações que vieram antes.

E isso é muito bom. Muito bom mesmo!