Quem lacra, lucra. E muito. A Marvel continua o seu momento ‘on fire’ no mundo do entretenimento, já quebrando recordes de pré-vendas de ingressos para Vingadores: Ultimato, e agora com a notícia que Capitã Marvel (que ainda está nos cinemas) superou a marca de US$ 1 bilhão nas bilheterias globais.

Assim, a adaptação dos comics dirigida por Anna Boden e Ryan Fleck se tornou o trigésimo oitavo filme da história a alcançar essa marca. Lembrando que o último a entrar para esse clube foi outro filme inspirado nos quadrinhos, Aquaman (alcançou a marca em janeiro de 2019).

 

 

Sétimo filme da Marvel Studios a alcançar US$ 1 bilhão

 

Nesse momento, Capitã Marvel arrecadou US$ 358 milhões nos Estados Unidos, e US$ 645 milhões ao redor do mundo. O filme protagonizado por Brie Larson é a sétima produção da Marvel Studios a alcançar a marca de US$ 1 bilhão, e agora faz companhia para os seguintes filmes: Os Vingadores, Homem de Ferro 3, Vingadores: A Era de Ultron, Capitão América: Guerra Civil, Pantera Negra e Vingadores: Guerra Infinita. Até agora, os 21 filmes da Marvel acumulam uma monstruosa arrecadação global de US$ 18.5 bilhões.

Obviamente, o grande sucesso de Capitã Marvel (o primeiro filme da Marvel Cinematic Universe liderado por uma mulher) confirma que Hollywood (e os nerds haters virjões que não conseguem pegar mulher porque são perdedores na vida) tinha uma ideia muito equivocada sobre os filmes protagonizados por personagens femininas dos quadrinhos.

É sempre importante lembrar que Mulher Maravilha (o primeiro filme do Universo Estendido da DC protagonizado por uma heroína) já foi sinônimo de sucesso em 2017, com uma excelente arrecadação de US$ 821 milhões em todo o planeta. E a sua continuação já está a caminho, com Mulher Maravilha 1984.

E é muito bom ver que o mundo finalmente está mudando, e para melhor. Diferente do que muitos pensam, é ótimo ver esse empoderamento feminino no mundo do cinema.

 

 

Via Variety