Ficou um pouco abaixo do esperado, sim. Mas está bem longe de ser o fracasso que os haters queriam.

Não se fala em outra coisa, e não tem outro assunto a ser tratado. A grande estreia do final de semana nos cinemas foi Capitã Marvel, e esse filme é a única estreia no Top 10 das bilheterias dos Estados Unidos. E tal e como esperado, a história de origem de Carol Danvers protagonizada por Brie Larson estreou na primeira posição do ranking.

Os especialistas projetavam uma bilheteria de estreia para Capitã Marvel de US$ 160 milhões nos Estados Unidos. Na prática, ficou um pouco abaixo disso, com US$ 153 milhões. Vale o registro que, pelo menos na pré-estreia em 25 mercados internacionais (Brasil inclusive), o filme arrecadou US$ 78 milhões apenas no seu primeiro dia. Os números internacionais serão atualizados em um momento posterior.

Mas antes que aqueles que odiaram o filme pelos motivos mais imbecis usem esse número como argumento para chamar o longa de fracasso, eu preciso dizer que essa arrecadação não é ruim. Pelo contrário: é relevante para a projeção que o filme ainda deve alcançar.

Capitã Marvel agora tem, de forma oficial, a sétima maior bilheteria de estreia entre os filmes da Marvel em sua história, e a segunda maior para um filme de origem, perdendo apenas para Pantera Negra (US$ 181 milhões). Sem falar que entrou para o Top 20 das melhores estreias de final de semana da história do cinema norte-americano, superando Homem-Aranha 3 (2007, US$ 151,1 milhões), e é a melhor estreia dos cinemas norte-americanos desde Os Incríveis 2 (junho de 2018, US$ 181 milhões). Ou seja, só por esses índices não dá para chamar o filme de Carol Danvers de ‘fracasso’.

Além disso, para ser ‘fracasso’, é preciso ter uma bilheteria abaixo do pior filme da Marvel nesse aspecto, que é O Incrível Hulk, que arrecadou US$ 288 milhões ao redor do mundo. A projeção de arrecadação apenas nos Estados Unidos para Capitã Marvel é de US$ 440 milhões, e esse número será alcançado com relativa facilidade.

Eu afirmo isso por um simples motivo: o interesse em Capitã Marvel tende a aumentar conforme vamos nos aproximando da estreia de Vingadores: Ultimato. Mesmo que o filme protagonizado por Brie Larson perca os seus números de arrecadação de bilheteria (algo natural), essa queda tende a ser menor do que em outros projetos cinematográficos.

Logo, para os haters que não suportam o empoderamento feminino e, tal e como fizeram com Pantera Negra na tentativa de diminuição do filme apenas e tão somente por não aceitarem que o mundo está mudando e não é mais do jeito que eles queriam que fosse, o meu conselho é: chora mais que tá pouco.

Ah, sim, claro… eu ia me esquecendo… obviamente, Capitã Marvel é a melhor estreia de 2019 até agora.

Para um filme que é “um fracasso, muito ruim, mais do mesmo”… nada mal, certo?

 

TW LW Title (click to view) Studio Weekend Gross % Change Theater Count / Change Average Total Gross Budget* Week #
1 N Captain Marvel BV $153,000,000 4,310 $35,499 $153,000,000 1
2 1 How to Train Your Dragon: The Hidden World Uni. $14,696,000 -51.1% 4,042 -244 $3,636 $119,662,125 $129 3
3 2 Tyler Perry’s A Madea Family Funeral LGF $12,050,000 -55.5% 2,442 $4,934 $45,879,810 2
4 4 The LEGO Movie 2: The Second Part WB $3,825,000 -42.0% 2,930 -528 $1,305 $97,109,961 5
5 3 Alita: Battle Angel Fox $3,200,000 -55.7% 2,374 -722 $1,348 $78,346,064 $170 4
6 6 Green Book Uni. $2,488,000 -45.6% 2,097 -544 $1,186 $80,140,871 $23 17
7 7 Isn’t It Romantic WB (NL) $2,410,000 -46.6% 2,223 -1,102 $1,084 $44,154,720 4
8 5 Fighting with My Family MGM $2,188,868 -53.0% 2,455 -400 $892 $18,656,958 4
9 8 Greta Focus $2,161,000 -51.8% 2,417 +6 $894 $8,252,735 2
10 15 Apollo 11 Neon $1,301,000 -19.0% 405 +285 $3,212 $3,780,952 2