kevin spacey

Mais denúncias de assédio sexual em Hollywood. Agora, o ator mexicano de teatro Roberto Cavazos, o produtor de cinema Tony Montana e o ex-barman Daniel Beal engrossam a lista de pessoas que revelam casos de assédio sexual envolvendo o ator Kevin Spacey.

Montana acusou Spacey de ter tocado o seu entrepernas e, logo depois, o perseguir nos banheiros do Coronet Pub em 2003, durante as gravações de um documentário em Los Angeles.

Já o britânico Daniel Beal era barman do hotel Goodwood Park quando tinha 19 anos de idade em 2010. Na época, Spacey era diretor artístico do Teatro Old Vic em Londres. Os dois se conheceram quando o ator coordenava uma produção no Chichester Festival Theatre, perto do local de trabalho do barman.

Beal relatou que, quando saiu do bar para descansar por um momento, Spacey se sentou ao seu lado em um banco, mostrou suas partes íntimas e disse: “é grande, não?”. Na sequência, tentou aproximar a mão do barman até o órgão sexual.

Quando Beal voltou ao bar, Spacey supostamente o seguiu, e insistiu em dar ao jovem um relógio suíço avaliado em 5 mil libras, como uma forma de fazer o barman ficar em silêncio sobre o incidente.

Spacey não vai mais receber o Emmy honorário que a Academia de Televisão chegou a oferecer, e a Netflix anunciou a suspensão da produção da sexta e última temporada de House of Cards por tempo indeterminado.

O que virá a seguir?