Não sei se é o politicamente correto que venceu, ou se simplesmente fizeram a coisa certa. De qualquer forma, Apu Nahasapeemapetilon, popular personagem de The Simpsons (Fox), dirá adeus à série, após várias polêmicas sobre um suposto discurso racista que envolveu o personagem.

Adi Shankar, produtor da série de animação, revelou que o dono da Kwik-E-Mart vai sair da série no próximo ano. “Não faremos disso um grande assunto ou evento. Só vamos tirar o personagem da série para evitar a controvérsia”, afirmou.

A informação transmitida por Shankar veio de pessoas próximas ao estúdio de Matt Groening. “Recebi algumas notícias desalentadoras, que confirmei com várias fontes nesse momento: eles vão abandonar o personagem Apu por completo”.

 

 

A controvérsia explodiu em 2017, quando o comediante Hari Kondabolu lançou um mini documentário chamado “O problema com Apu”, onde ele declarava que a série havia estereotipado os indianos com o personagem. Para Shankar, a decisão de eliminar Apu de The Simpsons para evitar uma controvérsia maior é um erro, especialmente para um programa historicamente conhecido pela sua sátira social.

“Se este é um programa sobre comentários culturais e tem muito medo de comentar sobre a cultura, especialmente quando é um componente da cultura que contribuiu para criar, então é um programa sobre covardia. Depois de ler todos estes maravilhosos roteiros, sinto que eliminar o problema não resolve este problema.”

Já a resposta oficial da Fox sobre o assunto foi:

“Apu apareceu em The Simpsons no episódio de 10/14/18, My Way or Highway to Heaven. No episódio, Apu só aparece em um único plano, que mostrava dezenas de personagens reunidos ao redor de Deus.”

 

 

Como o próprio Apu dizia em uma de suas frases:

“Todos temos sonhos… como o meu antigo sonho de vir até a América e ter uma família… ou o meu novo sonho de abandonar a minha família e fugir para o Canadá!”

Quem sabe em tempos onde a Era Trump fez com que muitos norte-americanos desejassem a mudança para o país vizinho faz com que esta seja uma forma digna de dar fim ao personagem.

 

Via Indiewire