Acabou a novela. A partir de hoje, 20 de março de 2019, a 21st Century Fox e boa parte de suas propriedades intelectuais passam a ser da Disney. O negócio, que começou em um valor estimado de US$ 52.4 bilhões em dezembro de 2017, foi oficialmente concluído no valor de US$ 71.3 bilhões.

A operação terá um impacto direto em várias frentes e em todo o planeta (inclusive no Brasil, onde a Fox Sports terá que passar para outros donos). Mas os efeitos mais perceptíveis para os fãs do cinema é que os personagens da Marvel que estavam nas mãos da Fox (Quarteto Fantástico, X-Men, Deadpool e outros) podem ser integrados ao Universo Cinematográfico da Marvel (MCU).

 

 

As consequências

 

A Disney está acumulando um poder descomunal. Comprou a Marvel, a Lucasfilm e agora a 21st Centuri Fox, ficando com a maior parte das suas propriedades intelectuais. Existe o risco de monopólio? Sim. Mas quando olhamos para os movimentos da Warner Bros., Netflix e Amazon, a resposta é Não.

A compra da Fox pela Disney envolve também o controle do serviço de streaming Hulu e da filial da Fox dedicada à produção de conteúdo televisivo. A Disney já era dona de 30% do Hulu, e somando com os 30% recém adquiridos, ela se torna a proprietária majoritária de um serviço de streaming já muito popular nos Estados Unidos e Japão.

Bob Iger, presidente da Disney, já afirmou que tem a intenção de levar o Hulu além das fronteiras dos países onde o serviço está disponível hoje. E a compra da Fox é um passo nessa direção. Ou seja, muito em breve Netflix, Amazon e HBO podem ter que lidar com mais um competidor global no segmento de streaming.

Iger também confirmou algo muito esperado por todos: os heróis que estavam sob o controle da Fox terão um espaço na MCU. Vingadores: Ultimato vai encerrar a fase 3 desse projeto, e muito provavelmente veremos O Quarteto Fantástico e os X-Men na fase 4, no mesmo universo de Os Vingadores, Os Guardiões da Galáxia e os demais heróis da Marvel.

Ao que tudo indica, Deadpool também tem futuro garantido, mas o seu estilo mais irreverente e violento será mantido pela Disney, o que deve distanciá-lo da MCU e liderar um novo segmento de filmes de heróis para adultos dentro da empresa.

Enfim, assim aconteceu. E quem sabe não identificamos alguma referência desses personagens em Vingadores: Ultimato? Se acontecer, cabeças de fãs vão explodir.

 

Via The New York Times

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui