arrested-development-season-4

Eu mesmo achava que isso não fosse acontecer, mas tudo indica que os velhinhos da Academia de Ciências e Artes Televisivas de Hollywood mudaram os seus conceitos. Se Arrested Development e House of Cards se tornarem as primeiras séries transmitidas em um serviço de streaming de vídeos online (a Netflix) a receberem indicações ao Emmy Awards amanhã (18), teremos um momento histórico, confirmando a mudança de comportamento do telespectador, que começou a, pelo menos, dez anos atrás.

E se não forem indicadas esse ano, é uma questão de tempo para que o inevitável aconteça.

Nos dias de hoje, o universo do vídeo mudou. Não estamos mais presos à TV aberta, TV a cabo ou mini parabólicas. Hoje, a TV está na internet, seja pelo broadcasting de canais online, ou principalmente, através de serviços como Netflix, Hulu, YouTube, NetMovies e Amazon. Uma coisa que muita gente não sabe é que os próprios velhinhos da Academia de Artes e Ciências Televisivas se prepararam para esse momento: em 2008, eles adicionaram as produções feitas para a internet como elegíveis ao Emmy, e esse movimento se justificou pela cada vez mais crescente quantidade de produções, e pelos próprios canais de TV oferecerem conteúdos para a web.

Muitos especialistas acreditam que Arrested Development e House of Cards podem conquistar indicações nas principais categorias do Emmy Awards 2013. Afinal de contas, se valeram da nova regra, e se inscreveram para essas categorias.

No caso da comédia da família Bluth, as chances são enormes. A quarta temporada da série é simplesmente soberba, e a produção já era uma das preferidas da crítica quando foi exibida pelo canal Fox, no começo da década passada. Trazendo todo o elenco principal de volta, não será nenhuma surpresa se a temporada foi indicada até mesmo como uma das melhores séries de comédia do ano. Até porque merece. E muito.

Aliás, as indicações ao Emmy Awards pode ser o estímulo que falta para que a Netflix realize novamente todos os esforços feitos dessa vez para a realização de uma já especulada quinta temporada de Arrested Development. Logo, para quem deseja que isso aconteça, é melhor torcer por algumas indicações dese já.

house-of-cards-lineup

House of Cards é um verdadeiro presente. A série protagonizada por Kevin Spacey e Robin Wright tomou de assalto a crítica especializada e os fãs de séries com olho mais apurado, por apresentar uma produção impecável, um roteiro espetacular, e uma trama com uma temporada simplesmente espetacular. Garantiu uma segunda temporada com certa facilidade, e o Emmy Awards pode coroar essa produção acima da média.

Não será a primeira vez que uma produção feita para a internet será indicada ao Emmy. Até porque, no passado, projetos como Web Therapy e 30 Rock: The Webisodes, foram indicados à categorias menores, como melhor mídia interativa. Mas dessa vez, estamos falando de algo maior, como indicações como melhor ator/atriz principal, ou melhor série. Isso sim é algo inédito.

Seria, definitivamente, o início de uma nova era no próprio Emmy Awards. O reflexo disso pode causar não só uma mudança comportamental nos canais tradicionais de TV, mas também incentivar a expansão desse novo segmento de mercado. Com isso, mais e mais produções para a web apareceriam, com o investimento de grandes produtoras de TV, além de oferecer um espaço mais democrático para criadores e roteiristas ainda desconhecidos.

É claro que existem as correntes contrárias. Garth Ancier, um dos votantes do Emmy Awards, chegou a receber os DVDs das séries elegíveis da Netflix, e simplesmente disparou nessa semana que “não acha que o serviço pode ser considerado televisão” (???). COMO ASSIM, SEU VELHO?  Se eu posso ver na TV, o que seria? Microondas?

Por outro lado, até Garth reconhece que a qualidade das produções são dignas de indicações, principalmente House of Cards, o que dá uma ponta de esperança que ainda existe um pouco de humanidade nesse homem.

Outro fator que reforça a esperança de uma manhã histórica para amanhã são as palavras de Tom O’Neil, editor do site Gold Derby, que afirma que o Emmy Awards está “surpreendentemente mais propenso” a receber as novas mídias nos dias de hoje, em um processo de expansão que já foi muito mais rígido no passado.

Por exemplo: por quase quatro décadas, os canais de TV paga dos Estados Unidos simplesmente ficaram de fora do Emmy Awards. Só em 1988, depois de uma grande pressão dos membros da própria Academia de Ciências e Artes Televisivas (e até mesmo do grande público), as séries de canais como HBO, Showtime, TBS e derivados puderam ser elegíveis ao prêmio. Antes disso, até existia um prêmio específico para os canais pagos, o CableAce Awards, que durou de 1979 a 1988.

Então… por que não uma nova revolução? Por que não as séries da internet ocuparem o seu lugar de direito? Afinal de contas, a internet faz parte da vida de todos, de forma direta ou indireta, e é um dos meios de comunicação e entretenimento mais utilizados do mundo contemporâneo. Não é mais possível frear a roda do tempo e a evolução tecnológica, e até mesmo para dar um novo fôlego ao “produto televisão”, as indicações para séries como Arrested Development e House of Cards são muito bem vindas.

Fiquem ligados! Os indicados ao Emmy Awards 2013 serão anunciados amanhã (18/07), e serão divulgados aqui, no SpinOff.com.br. Como é de tradição, faremos um podcast comentando esses indicados, que vai ao ar na próxima segunda-feira, (22/07).

O anúncio dos vencedores do Emmy Awards 2013 acontece no dia 22 de setembro.