É impossível viver sem música.

Essa máxima pode ser aplicada à experiência de (praticamente) qualquer pessoa ou elemento existente no nosso planeta, e o cinema não é exceção. Os filmes, independentemente de sua qualidade e potencial de suas histórias, não contariam com a mesma intensidade ou grau de emoção sem uma boa trilha sonora respaldando a narrativa.

A lista a seguir é uma compilação de 23 das melhores trilhas sonoras da história do cinema, sem um critério previamente estabelecido. A lista revisa alguns dos gênios dessa matéria, como uma homenagem aos nomes mais relevantes da sétima arte nesse aspecto.

A prioridade aqui foi usar da versatilidade, tentando não repetir nomes. Mas com certeza é uma lista de respeito, cujas citações valem a pena serem ouvidas de tempos em tempos.

Lista a seguir.

…e o Vento Levou (Max Steiner, 1939)
Casablanca (Max Steiner, 1942)
O Crepúsculo dos Deuses (Franz Waxman, 1950)
Cantando na Chuva (Arthur Freed, Nacio Herb Brown y Lennie Hayton, 1952)
A Ponte do Rio Kwai (Malcolm Arnold, 1957)
Psicose (Bernard Herrmann, 1960)
Lawrence da Arábia (Maurice Jarre, 1962)
A Pantera Cor de Rosa (Henry Mancini, 1963)
Era uma Vez no Oeste (Ennio Morricone, 1968)
O Poderoso Chefão (Nino Rota, 1972)
Tubarão (John Williams, 1975)
Taxi Driver (Bernard Herrmann, 1977)
Star Wars – Episódio IV: Uma Nova Esperança (John Williams, 1977)
Halloween – A Noite do Terror (John Carpenter, 1978)
Superman (John Williams, 1978)
Blade Runner – O Caçador de Androides (Vangelis, 1982)
Conan, o Bárbaro (Basil Poledouris, 1982)
Entre Dois Amores (John Barry, 1985)
A Missão (Ennio Morricone, 1986)
O Rei Leão (Hans Zimmer, 1994)
O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (Howard Shore, 2001)
Mad Max: Estrada da Fúria (Junkie XL, 2015)
Dunkirk (Hans Zimmer, 2017)