Na TV, nada se cria, tudo se copia. Isso é fato, e já falamos isso faz tempo. Acontece que, quando você pode, digamos, “turbinar” ainda mais a proposta de “vamos escrotizar tudo”, as chances de você chamar a atenção de algumas pessoas para a frente da TV (e de alguns blogs, como o Spin-Off) aumentam consideravelmente.

Pois bem, vocês conhecem o novo grande sucesso da MTV norte-americana, Jersey Shore, certo? Muito bem, os canadenses resolveram criar uma versão do programa que fosse um passo além (ou vários, dependendo de como você vai encarar esta proposta). O programa se chama Lake Shore Sizzle Reel reúne 8 festeiros e festeiras de vários recantos do Canadá, que vão ficar em uma casa em Torono, para festa, bebedeira, diversão e muita briga. Pois, diferente da versão norte-americana, onde os participantes foram escolhidos pela sua personalidade baladeira, os participantes de Sizzle Reel são escolhidos (e apelidados) pela sua origem étnica (ou seja, o turco, o albano, o indiano…). Daí, já dá pra ter uma leve ideia dos rumos que esse negócio vai ter.

O resultado é que as diferenças raciais são sempre o centro de tudo o que você vai ver no show, mas nunca em um nível, digamos, politicamente correto. Só para você ter uma ideia das pérolas que os participantes estão mandando no show, um deles falou em alto e bom tom: “Eu não sou racista. Eu odeio todo mundo de forma igual. Especialmente o povo judeu…” (entenderam? Nem eu). Enfim, veja abaixo um pedaço do programa. Quem sabe, depois desses argumentos “louváveis” dos participantes, você se interesse em ver esta “aula de evolução humana”.

Fonte