mulher-maravilha

Uma das cenas mais intimas de Mulher-Maravilha foi completamente improvisada por Gal Gadot e Chris Pine, Mulher-Maravilha e Steve Trevor, respectivamente.

A química entre os dois personagens é evidente ao longo do filme, principalmente na cena da viagem de Diana Prince para Londres. Durante a travessia, acontece uma conversa mais íntima e pessoal entre Diane e Steve.

Steve pergunta para Dine sobre seu pai, e ela responde que ele não tinha pai, já que a sua mãe a esculpiu em argila e Zeus deu à vida para ela. E Steve concordou com isso.

A frase irônica se soma a uma reflexão sobre o sexo, que começa depois que Trevor não iria dormir com Diana, e ela demora a enter o motivo. Só que a Mulher-Maravilha, além de ter poderes sobrenaturais, também leu os 12 volumes dos tratados de Cleo sobre o corpo e o prazer.

A cara de Steve é hilária quando Diana explica porque a figura do homem é fundamental para a procriação, mas não para o prazer.

A conversa fica mais interessante quando sabemos que essas cenas foram improvisadas pelos atores.

Em entrevista, Chris Pine explicou que sua reação foi bem fácil, já que ele só tinha que mostrar o espanto de um humano diante daquela conversa. Já para Gal Gadot teve que atuar como se realmente aquela fosse a história de sua vida, com o máximo de convicção possível durante a cena.

A sequência de Mulher-Maravilha está confirmada, e terá Patty Jenkins como diretora mais uma vez. Algo me diz que teremos mais algumas improvisações em cena pelo caminho.