650_1000_tele1

Um estudo recente da Moffet Nathanson Researh mostra que a idade média da audiência televisiva está aumentando ano após ano. As novas gerações adotaram definitivamente a internet como principal fonte de conteúdos.

Durante a temporada 2013-2014 na TV norte-americana, a idade média da audiência era de 44.4 anos, um aumento de 6% em relação à média etária em 2010. As maiores audiências das principais produções televisivas contam com uma idade média de 53.9 anos, 7% a mais que no estudo anterior.

O estudo mostra que a idade média nos Estados Unidos é de 37.2 anos, um aumento de 1.9% em 10 anos. Isso mostra que a idade da audiência aumentou 5% mais rápido que do que o envelhecimento do norte-americano médio. Traduzindo: os novos espectadores não assistem muita televisão, e serviços como Netflix, YoTube e derivados se tornaram referência no consumo de entretenimento.

Você que lê o SpinOff bem sabe que quais são as vantagens da internet: controle (quase) absoluto sobre o conteúdo visto, liberdade de horários, etc. A consequência disso é que a  transmissão televisiva tradicional registrou uma queda de 13% na relevância em todas as faixas etárias… exceto no grupo de 55 anos ou mais, que assistem os programas ao vivo ou na primeira exibição.

O estudo é centrado nos Estados Unidos, mas é certo que esse comportamento se repete em outros locais do planeta, inclusive no Brasil. Os canais de TV (abertos ou pagos) que tratem de se reinventar, uma vez que as alternativas oferecidas pela tecnologia atual são tentadoras demais para serem ignoradas por uma geração que já é mais do que conectada.

+info