himym-marshall-barney-casino-chinese-businessmen-whats-on-his-shirt

Em alguns casos, as séries são tão focadas nas suas tramas centrais, que acabam se esquecendo dos detalhes que as cercam cometendo erros em alguns casos óbvios para quem tem algum conhecimento mais aprofundado sobre o assunto. Mas parece que o assunto se torna mais drástico quando envolve os cassinos. Como você vai ver nesse post, até mesmo as séries muito populares não estão imunes a cometer erros na representação desse ambiente.

Veja a seguir três exemplos gritantes de erros que nos foram contados sobre o mundo dos cassinos em séries televisivas.

 

The Sopranos, e os mafiosos que ‘se recusa a pagar’

the-sopranos-casino

The Sopranos (HBO) – no Brasil, ‘Família Soprano’ – é uma das principais responsáveis por termos séries de TV de melhor qualidade no presente (algumas, nem todas). Parando para pensar, é difícil de acreditar que essa verdadeira obra-prima da televisão foi lançada em 1999. Depois de 86 episódios ao longo de seis temporadas, The Soprados cativou os telespectadores, que acompanharam a trajetória da família de mafiosos que tentavam sobreviver a todos os tipos de crimes.

Porém, no terceiro episódio da quarta temporada, Tony Soprano e três dos seus capangas são convidados para visitarem um cassino como parte de um esforço para resolver uma disputa pendente. Depois de serem tratados com cortesia e perderem milhares de dólares, os bandidos saem do estabelecimento sem saldarem sua dívida integralmente. No mundo real, você não teria a permissão de sair de um cassino com um débito tão elevado.

Há 10 anos atrás, era muito mais difícil efetuar pagamentos em cassinos. Hoje, tudo é mais fácil: os jogadores podem contar com a ajuda do PayPal, que tem um site específico para esse segmento, o PayPal-Casinos.co, oferecendo uma opção de pagamento ágil e descomplicada.

 

The Killing, e os esteriótipos dos cassinos norte-americanos

the-killing-casino

The Killing (de 2011) é um remake da série dinamarquesa que foi ao ar em 2007. Tal como aconteceu na original, o remake mostrava um enredo multifacetado que foi apresentado ao longo de vários episódios. Entre os críticos, é amplamente aceito que a versão norte-americana de The Killing não alcançou os mesmos padrões elevados da série original, afirmando que a série teve problemas ao longo de sua trajetória.

Uma série de alterações foram feitas, onde a mais notável foi a citação de um cassino situado em uma ilha fora da costa de Seattle. Este cassino seria um local de regular visita dos detetives para tentar resolver o caso, mas na prática se tornou um motivo de frustração em vários níveis.

Depois de décadas e várias séries de TV apresentadas, se tornou um clichê datado encontrar cassinos norte-americanos como cenários de um comportamento sombrio. The Killing foi apenas mais uma que, pela centésima vez, retratou isso da forma errada.

 

Las Vegas, uma série cheia de falhas

las-vegas-tv-show

Josh Duhamel e James Caan estrelaram Las Vegas, série que estreou em 2003 e mostrava a rotina de uma equipe de segurança que protegia um cassino. Nas cinco temporadas da série, algumas mancadas foram detectadas, muitas delas mais explícitas do que os exemplos acima.

Uma delas mostra um chefão da cidade ‘esquecendo’ de abrir a caixa de fichar enquanto ele está jogando uma mão do jogo, enquanto que a mesa está tecnicamente fechada, e a mão não está mais ativa para adicionar mais fichas. Sem falar que Las Vegas também não fazia ideia sobre onde o Montecito ficava, já que muitas vezes eles posicionaram o cassino no lugar errado.