podcast-topo-2014-final

Olá,

É difícil para mim escrever esse texto. Aliás, essa semana está sendo difícil tomar decisões. Mas que precisam ser tomadas.

O SpinOff.com.br nasceu no final de 2008, como uma forma de alguns amigos simplesmente se divertirem em um podcast que fala sobre séries de TV. A iniciativa contava com um grupo de podcasters que se conheceu e rapidamente se identificou com a ideia de falar sobre o que gostava ou não na TV, de forma descompromissada.

A ideia ganhou corpo, formato, e se tornou um projeto mais sério. Fomos convidados para alguns eventos com coletivas de algumas das séries mais populares da atualidade, fechamos parcerias com distribuidoras e produtoras. Isso fez com que o SpinOff.com.br crescesse, o que aumentou a responsabilidade de oferecer um conteúdo bacana e de qualidade para os seus leitores e ouvintes.

Várias pessoas entraram e saíram do blog, em diferentes momentos. Algo normal, levando em conta os diferentes períodos de transição que vivemos ao longo desse tempo todo. Ao longo desses anos, eu segurei as pontas do blog como era possível, uma vez que eu entendia que essa era também a minha válvula de escape semanal. Meu e de muita gente. Teve ouvinte que se livrou da depressão com a ajuda do SpinOff Podcast. Isso para mim sempre me deu muito orgulho.

Porém, agora, tudo é diferente. O tempo, as responsabilidades, os objetivos… diferentes.

O tempo do meu trabalho e das minhas atividades com o TargetHD.net me consomem. E, na prática, precisam consumir esse tempo. É o TargetHD que paga as minhas contas, e inclusive as contas do SpinOff Podcast, que de forma efetiva, nunca se pagou. Sempre foi um hobby de todos os envolvidos, e mantido dessa forma porque todos gostavam de participar disso. Mas é um hobby que me cobra caro.

Durante quase oito anos eu abri mão das minhas noites/madrugadas de sexta-feira, sábado e domingo em prol do podcast. E isso porque eu era casado na maior parte desse tempo (aliás, tenho que agradecer à minha ex-esposa, por toda a paciência). Foram horas gravando e editando mais de 300 programas. Efetivamente eu fiz mais de 90% de todo o trabalho do SpinOff.com.br até a data de hoje. E esse sempre foi um tempo que desprendia com prazer e gosto.

Mas infelizmente, é preciso olhar para frente. É preciso focar no que funciona. E fazer o meu tempo render nas coisas que são hoje a minha prioridade.

Por isso, infelizmente, estou encerrando as atividades do SpinOff Podcast.

Tanto eu como o Eduardo Sacer precisamos de mais tempo para tocar nossos projetos individuais. Ele está no último ano da sua faculdade de jornalismo, tem o TCC pela frente, e eu sou uma das pessoas que está testemunhando bem de perto todos os sacrifícios que ele está fazendo para conseguir esse diploma. No ano passado já foi algo difícil dele conciliar, e ainda assim ele segurou as pontas o quanto pode. Como nem eu e nem ele ganhamos para fazer isso, eu eu não pago nada para que ele o faça, não posso cobrar dele uma permanência nesse projeto.

Da minha parte, 2015 foi um ano bem difícil: me divorciei, mudei de cidade, inciei um novo relacionamento que durou apenas três meses, me separei e fui para a minha própria casa, comecei a montar minha casa do zero, reiniciei uma vida profissional e social em minha nova cidade, os problemas de saúde da minha mãe… muitas coisas me minaram física e emocionalmente, e em 2016 tomei a decisão que tornaria tudo na minha vida mais prático e objetivo. Viver um pouco mais, aproveitar a vida cultural e social da minha cidade. Aproveitar as novas oportunidades que estão se abrindo.

E elas estão efetivamente aparecendo: novas propostas profissionais, novas atividades na parte de canto, mais pessoas para conhecer.Viajar. Estudar mais.

Por isso, o SpinOff Podcast não cabe mais dentro dessa rotina. Durante mais de sete anos, funcionou bem e de forma muito prazerosa. Eu gosto muito de fazer podcasts, mas a vida adulta me cobra para pagar contas, cuidar da minha vida, prosperar. E é isso o que tenho que fazer. Além disso, apesar de ter o reconhecimento dos ouvintes e de parceiros de podcast, o reconhecimento do mercado de TV por assinatura não veio. Sem anunciantes, sem convites para eventos ou ações promocionais. Aí, fica difícil continuar.

Mas escrevo este texto para agradecer a você. Você, que ouviu um episódio, ou cada um dos mais de 300 episódios do SpinOff Podcast. Você, que acompanhou essa jornada do começo ao fim. Que mandou comentário nos apoiando ou nos xingando porque falamos mal da série que você tanto ama. Até para você, que nunca mandou nenhum comentário, mas que intimamente se divertia com o nosso trabalho. Muito obrigado pelo seu apoio. E foi bom enquanto durou.

Ainda não sabemos se teremos um Series Finale. Acredito que sim. Mas não programamos data para isso acontecer.

O blog SpinOff.com.br fica ativo. Até porque a maior parte do trabalho que está aqui é meu, e tenho muita estima por ele. Porém, se houver uma proposta boa pela compra do domínio e do seu conteúdo, eu estou disposto a negociar. Caso contrário, ele fica recebendo pageviews e eventualmente alguns publieditoriais ou vendas das Dicas de Compras, o que sempre ajuda a pagar as contas do próprio blog.

De qualquer forma, é isso. Depois de algumas deliberações, decidi (com dor no coração) encerrar o SpinOff Podcast.

Abraços a todos.

Eduardo Moreira
SpinOff.com.br