go-on-matthew-perry

Esta época do ano deixa qualquer fã de série atento aos finais de temporadas, com a expectativa em saber logo se a sua série preferida vai ser cancelada, ou retornará para mais uma temporada. A triste realidade da série que acompanhamos quase que semanalmente ser cancelada pode ser um momento de tristeza de difícil assimilação. Afinal, é um universo que nos conquistou, com personagens que não iremos esquecer e do quanto essa história nos fará falta na próxima temporada. O site TV Guide listou várias séries que estão nessa situação, eu vou listar algumas que na minha opinião mereciam mais uma chance, muito mais por causa de sua qualidades e pelas mensagens transmitidas ao espectador, do que simplesmente os números da audiência.

The Carrie Diaries (CW) 

A série é o melhor programa que a CW lançou nesta temporada. O cuidado que os produtores tiveram com o universo de Carrie Bradshaw resultou em uma das séries mais carismáticas da temporada, tanto na representação da década de 1980, quanto no talento de AnnaSophia Robb, que funcionou perfeitamente no personagem. Um dos problemas da série não alavancar na audiência foi exatamente esse cuidado, que alguns espectadores enxergaram como “meiguice demais”. Hoje os jovens resolvem seus conflitos de maneira mais prática do que a mostrada na série.

Segundo a votação do TV Guide, a série tem 39% de chances de ser salva.

Community (NBC) 

A série é um prato cheio de referências, e tem um humor muito singular e criativo, tornando esta uma das melhores comédias da TV. Como na NBC muitas séries estão com risco de cancelamento e eles não podem acabar com todos os programas, talvez a série consiga mais um ano no ar, principalmente pela base de fãs fiéis que estão dispostos a tudo para ver Community pelo menos por mais uma temporada.

Segundo a votação do TV Guide, a série tem 59% de chances de ser salva.

Go On (NBC)

A série estrelada por Mathew Perry foi uma grande aposta da NBC nesta temporada, eu acredito que ela tenha até mais chances que Community, pelo fato de ser um programa mais novo e, por conta disso, conseguir desenvolver mais histórias ao longo da próxima temporada. Fora o apelo do “astro/protagonista”, que funciona muito bem no meio desse universo de desajustados em busca da cura de suas amarguras. O grande trunfo da série é transformar algo triste numa situação engraçada, mas nem isso parece segurar o público, porém é algo muito bom de assistir.

Segundo a votação do TV Guide a série tem 71% de chances de ser salva.

Happy-Endings-Sabado-Free-Gante

Happy Endings (ABC)

Happy Endindgs é a melhor série de “amigos” que existe no ar atualmente. Eu particularmente torço muito por essa série, mas se depender da ABC, é melhor não contar com a renovação. O canal nunca teve nenhum respeito com a série, passava os episódios fora da ordem, colocava hiatos muito grandes, com poucos episódios exibidos, trocou a sua data de exibição por diversas vezes, e agora lança uma campanha cínica entitulada #savehappyendings. O pastelão da ABC merece muito ser salva, e até merece um canal melhor para ser exibida. Torço que o USA a salve pelo seguinte motivo: é um canal jovem e com séries muito bem produzidas, e seria a casa perfeita para Happy Endindgs continuar com sua qualidade narrativa e de produção. E com o a mudança pra TV a cabo, quem sabe o que esses malucos podem aprontar por lá?

Segundo a votação do TV Guide, a série tem 62% de chances de ser salva.

Nashville (ABC) 

Confesso que estou atrasado com a série, mas Nashville é algo praticamente único na TV. Porém, é outra série que é desrespeitada pela ABC: os hiatos são constantes e muito grandes, o horário nas quartas-feiras não valoriza a série, e não existe nenhum destaque pelo canal para que a série alavanque. Nashville tem uma história sólida, e é uma série multimídia. Logo, a melhor solução seria ela ser exibida aos domingos, junto com o novelão de Revenge. Com isso, a ABC pode fazer um domingo só com bons “novelões” que é o que o espectador do domingo à noite quer assistir. Como disse meu chefe Eduardo Moreira, existem mais donas de casa acordadas domingo a noite do que machões a espera das batalhas de UFC.

Segundo a votação do TV Guide, a série tem 52% de chances de ser salva.

The New Normal (NBC)

Ryan Murphy deu ao público uma série sobre as minorias e suas famílias. É muito fácil se identificar com a série, principalmente se você é gay, e para mim, esse é o maior trunfo do programa. A série é direcionada para um público que só se vê representado por coadjuvantes na televisão. The New Normal tirou a família do armário, e trouxe isso com muitas referências pop e um elenco afiado. O único problema foi exagerar na dose do seu “Alter ego Bryan”, e esquecer muitas vezes do resto do elenco. Mas não é algo que não possa ser consertado para uma próxima temporada.

Segundo a votação do TV Guide, a série tem 46% de chances de ser salva.

Parenthood (NBC)

Eu, como todo espectador de Parenthood sou fã fiel da série. O drama da NBC é  precioso por ser feito de pequenos momentos cativantes, numa família que, de algum modo, se parece com a sua. A série fica ali, quietinha, sem ser um grande nome, mas com uma qualidade como poucos dramas da NBC. Embora tenha temporadas menores (e eu acho isso ótimo), a série é um grande alento onde tudo na TV hoje necessita ser grande, explosivo, revolucionário. No fim, tudo que as pessoas precisam em meio à barbárie da sociedade é de um colo de família.

Segundo a votação do TV Guide, a série tem 76% de chances de ser salva.

Parks and Recreation (NBC)

Eu adoro séries de mulheres fortes e Parks talvez seja a maior candidata dessa lista a renovação. A comédia da NBC é um prato cheio de humor do tipo “vergonha alheia”, que nos diverte mais e mais a cada semana. Vejo Parks como a 30 Rock da vez (no fator “relação com a NBC”), com um grande nome a frente do elenco tanto em atuação como potencial criativo para a série (Amy Poehler).

Segundo a votação do TV Guide, a série tem 64% de chances de ser salva.