ryan-murphy

Não é de hoje que se discute a questão de gênero em Hollywood. Artistas como Jennifer Lawrence, Viola Davis e Patrícia Arquette apontam a disparidade de salários entre atores e atrizes, discriminação com os negros e as minorias sexuais. Nesse contexto, Ryan Murphy criou a Half, uma fundação afiliada a sua produtora na 20th Century Fox Television, que tem como objetivo ter 50% de seus colaboradores mulheres ou participantes de minorias, como a comunidade LGBT e pessoas de outras raças.

Um dos acontecimentos que motivaram a nova fundação foram as declarações dadas por Nancy Ryder, publicitária que acha que a própria indústria deveria resolver o problemas de gênero, onde os grandes nomes da indústria possuem nas mãos o poder e a responsabilidade de resolver o cenário atual.

A fundação Half, quer oferecer mais oportunidades para diretoras femininas atuarem dentro das suas produções (Scream Queens, American Crime Story, American Horror Story), sendo que obrigatoriamente metade dos seus episódios seja dirigido por elas e participantes de outras minorias. Com essa ação, eles querem equiparar a atuação de mulheres na produção de conteúdos, pois em média apenas 16% dos programas contaram com mulheres na direção durante a última temporada 2014-15. Murphy também planeja contratar um sócio e criar um banco de dados de profissionais pertencentes às minoras para distribuir entre showrunners que tenham interesse em mudar a diferença de gênero.

Outra ação da Half é ir até universidades, dando oportunidades a novos talentos que querem uma chance em atuar em Hollywood. Segundo Ryan, ele quer que os jovens saibam que há um lugar para eles, mudando a maneira de como a indústria funciona.

Via