Modern Family
. A série de comédia campeã do Emmy Awards 2010 se consagra em definitivo como um dos melhores produtos televisivos da atualidade, e é uma das séries mais esperadas da Fall Season 2010/2011. Todos nós ficamos impressionados com a qualidade que nos foi apresentada. E muito desta qualidade vem de uma palavrinha que faz parte da vida de todos nós (ou deveria fazer), chamada evolução. A maioria das coisas neste mundo evoluem (inclusive este blog), e com as comédias televisivas, não é diferente.

Acreditamos que séries como Modern Family consolidam um novo formato de se fazer comédia na TV, e isso vem de séries que fizeram muito sucesso no passado, e que foram evoluindo em termos de roteiro e formato. E os criadores de Modern Family, Christopher Lloyd e Steven Levitan são frutos desta evolução, e tiveram como influências séries que são muito importantes para a história da TV nos últimos 25 anos. E acreditamos que Modern Family tem um pouco de todas estas séries que vamos citar aqui. Porque fazem parte da formação de Lloyd e Levitan.

Ah, e antes de mais nada: o Christopher Lloyd que falamos aqui não tem NADA A VER com o ator Christoper Lloyd, que fez do Doc. Emmett Brown, na série de filmes De Volta Para o Futuro.

The Golden Girls (Christopher Lloyd foi roteirista das quatro primeiras temporadas)

Foi aqui que tudo começou para Lloyd. Com menos de 25 anos, ele já estava na equipe de roteiristas da premiada série da NBC, a convite do pai, David Lloyd. É notória as influências da dupla, nas diversas situações que eles colocavam as vovós, e Christohper já disse neste ano que foi um dos seus maiores aprendizados. Em The Golden Girls, podemos ver claramente a fácil interação de personagens diferentes, mas carismáticos. Além do fato de que as integrantes do elenco se sentirem orgulhosas que alguém tão novo escrevesse para elas.

Wings (Steven Levitan foi roteirista e produtor, e Christopher Lloyd foi roteirista de alguns episódios)

Ao que tudo indica, foi aqui que a dupla se conheceu, uma vez que Wings começou em 1990. Com a influência de ambos (cada um a seu tempo), Wings foi uma das séries mais divertidas dos anos 90, e se destacou principalmente pela carisma de seus personagens, e por sua interação em cena. Apesar de ser uma série altamente ficcional e bem simples, Wings se notabilizou por ter uma comédia bem objetiva, e por trazer um entretenimento que se destacasse pela simpatia de seus personagens.

The Larry Sanders Show (Steven Levitan atuou como roteirista e produtor)

Caso você não saiba, a HBO não começou a fazer séries com The Sopranos. Ela fazia séries originais desdo final dos anos 80, e uma das grandes sacadas que eles tiveram no começo dos anos 90 foi fazer uma série mostrando os bastidores do talk-show do histérico jornalista fictício Larry Sanders. Naquela época, os textos já eram mais do que inteligentes, e Levitan tem grande influência disso.

Fraiser (Christopher Lloyd foi roteirista de vários episódios, inclusive o Series Finale, e Steven Levitan atuou como roteirista e produtor).

Aqui, podemos detectar que muitos dos embriões da comédia moderna de Modern Family foram gerados. Era a parceria mais duradoura de Lloyd e Levitan, e pela qualidade que Fraiser apresentou, sabemos bem (hoje) que a dupla estava lá. Fraiser é uma das comédias de textos inteligentes e com situações hilárias, que merecem ser apreciadas com muito gosto, pela bela concepção dos personagens, pela agilidade das situações (e como eles se livravam delas) e pelo quão bem feita a série era feita. A batelada de prêmios que ganhou comprovam isso.

Greg The Bunny (Steven Levitan atuou como roteirista e produtor)

Para muitos, Greg The Bunny foi uma das coisas mais idiotas que a TV já produziu. E é, não tiramos a razão de quem afirma isso. Mas, em compensação, tinha um nível de acidez e absurdo que foi muito aproveitado por outras séries. E, se não serviu para ser um legado na TV americana, ao menos ajudou nas carreiras de atores como Seth Green, Eugene Levy, Sarah Silverman e Tim Curry.



The Wonder Years
(Steven Levitan foi roteirista)

Steven Levitan teve o privilégio de começar em uma das melhores séries de todos os tempos. E acreditamos que foi de Anos Incríveis que ele aprendeu a ter a sensibilidade de escrever coisas que podem aliar, em um curto espaço de tempo, tristezas e alegrias, levando do riso ao choro rapidamente. E todos que tiveram a chance de ver a adolescência de Kevin Arnold sabe que esta série sabia fazer isso como ninguém.

The Critic (Steven Levitan atuou como roteirista)

The Critic era muito divertida. Fazer o cotidiano de um crítico de cinema, que já é considerado um “looser” (com todo o respeito aos críticos de cinema que conheço, mas é o que dizem), e mostrar que sua vida cotidiana o tornava mais “looser” ainda era sensacional. Piadas irônicas e inteligentes, um roteiro bem feito, e uma das melhores piadas recorrentes de The Simpsons. Durou pouco, mas o tempo que durou foi bem relevante para todos que puderam ver a série, tanto na TV como na internet.

Just Shoot Me! (Steven Levitan foi criador, diretor, roteirista e produtor)

Levitan já tem um tiro certo na TV. Just Shoot Me! era outra daquelas séries absurdamente divertidas, com um excelente elenco e com uma ironia que motivava a você voltar a cada semana, para conhecer mais detalhes da revista Blush. A série fez parte dos primeiros anos do Sony Entertainment Television, e rendeu a primeira indicação para Levitan no Emmy Awards como roteirista. Podemos até dizer que Just Shoot Me! foi “a inspiração” dos colombianos para fazerem Betty, a Feia (claro que não temos provas disso, mas uma coisa puxa a outra…).

Por fim…

A estrada percorrida por Christopher Lloyd e Steven Levitan foram valiosas lições para que hoje eles concebessem uma série fantástica como é Modern Family. Obviamente, estes caras viram coisas espetaculares em termos de comédia, como All In The Family, The Cosby Show, The Mary Tyler Moore Show, I Love Lucy, entre outras, que vamos citar em um momento mais adequado.

Mas podemos dizer, sem medo de errar, que a dupla aprendeu muito bem como fazer bem feito, fazendo parte de produtos de TV que foram sucesso no passado. Não sabemos qual será o futuro do clã dos Prickett, mas por tudo o que vimos neste post, podemos dizer que as chances de ser um futuro muito promissor são grandes. Pois coisas muito boas, eles já sabem fazer.