vikings

Vikings | History Channel | Drama | Temporadas: 01 | Indicações: 03 (Melhor Abertura em Série, Melhor Edição de Som em Série, Melhores Efeitos Visuais de Elenco de Apoio)

Alguém no History Channel disse: “ei, podemos fazer a nossa versão de Game of Thrones”. E lançaram Vikings! Tá, brincadeiras à parte, o canal do grupo A&E Networks em parceria com a Walt Disney Company foi um pouco além disso. Fez a sua versão (e bem feita) do período das batalhas medievais da Escandinávia, gravando tudo na Irlanda e, é claro, no Canadá (porque é mais barato).

Mesmo assim, Vikings alcançou alguns objetivos muito interessantes. Apresentou uma boa história (na visão dos apreciadores de séries desse gênero), uma produção mais simples (se comparada à série da HBO), mas muito bem feita , e que rapidamente garantiu audiência para o canal que tradicionalmente sempre mostrou documentários. Resultado: a série foi renovada com relativa facilidade.

A série chamou a atenção dos votantes do Emmy Awards 2013 nas categorias técnicas, obtendo três indicações. Na prática, as três indicações são merecidas. Você pode até achar que a abertura de uma série não precisava estar no Emmy Awards, mas é algo muito importante. É a porta de entrada da série, é quando sabemos que a cada semana, é aquele programa que está começando.

Edição de som é também um dos prêmios técnicos mais destacados, ainda mais que Vikings conta com uma produção relativamente grande e bem complexa (levando em consideração o número de pessoas envolvidas em cada episódio). O que também explica, por tabela, a indicação para melhores efeitos visuais para elenco de apoio.

Confesso que não curti muito a proposta de Vikings, mas não por ser uma série ruim, mas muito mais por não ser o tipo de série que eu gosto. Mesmo assim, recomendo que ao menos vejam o piloto. Não está indicada ao Emmy Awards à toa.