Episode 401

The Big C (The Big C: Hereafter na 4ª Temporada) | Showtime | Drama/Minissérie ou Telefilme | Temporadas: 04 | Indicações: 02 (Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme – para John Benjamin Hickey, e Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme – para Laura Linney)

Apenas explicando. The Big C foi uma série dramática nas três primeiras temporadas. Não seria renovada para uma quarta temporada pela Showtime, porém, foi renovada, mas no formato de minissérie de quatro episódios de 60 minutos. Com isso, a série recebeu o título The Big C: Hereafter. Mas, para nossa contagem, vale como uma quarta temporada. Até porque essa temporada conclui a história que acompanhamos nas três primeiras temporadas.

E… que sorte a nossa que o Showtime decidiu fazer isso. The Big C: Hereafter consegue apagar todas as más impressões deixadas pela terceira temporada da série, que foi considerada por muitos a mais fraca de todas. O final de The Big C é digno, emocionante, triste, diferente e principalmente, muito bem feito. Conclui da forma que todos esperavam a luta de Cathy Jamison contra o câncer, com o final lógico que a própria vida impõe (gente, não é spolier, pois todo mundo sabia que ela ia morrer no final da série; tinha que ser assim).

Sem falar que pudemos conferir, ao longo de todas as temporadas, a evolução de cada um desses personagens. E podemos comprovar que todos eles, sem exceção, não são mais os mesmos do episódio piloto. E esse é um dos principais méritos de uma boa série, com bons roteiristas: não fazer com que os seus personagens fiquem na mesmice de comportamentos, atitudes e pensamentos. Mostrar uma progressão dessas pessoas envolvidas na trama, com o objetivo de despertar no espectador o interesse de voltar a cada semana, para saber o que vai acontecer com eles.

The Big C: Hereafter foi uma das melhores coisas que foram apresentadas na TV nessa temporada, e Laura Linney e John Benjamin Hickey estão merecidamente indicados nas suas respectivas categorias. Hickey talvez tenha suas chances reduzidas por competir com Zachary Quinto (American Horror Story: Asylum) em sua categoria. Mas isso não é demérito, de forma alguma.

Já Linney tem uma das missões mais complicadas. É uma das categorias mais disputadas do Emmy Awards 2013, e mesmo sendo uma das minhas preferidas, fica difícil competir com Jessica Lange, que foi perfeita em AHS: Asylum. De qualquer forma, vamos esperar para ver. Seja qual for a vencedora entre as duas, temos motivos de sobra para comemorar