scandal-abc

Scandal | ABC | Drama | Temporadas: 02 | Indicações: 02 (Melhor Ator Convidado em Série Dramática – para Dan Bucatinsky, e Melhor Atriz em Série Dramática – para Kerry Washington)

O novo triunfo de Shonda Rhimes na ABC chega ao Emmy Awards 2013 de forma quase surpreendente. Apesar de muitos se perguntarem “o que essa série está fazendo aí”, temos que lembrar que Scandal não só tem uma baita audiência no seu canal (fazendo com que os executivos da ABC simplesmente se esquecessem que algum dia existiu uma série chamada Private Practice (que foi transferida para as noites de terça-feira)… chora, @fabiano_sjc), mas conta com o prestígio de pessoas do porte de Oprah Winfrey e a primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama.

Scandal reúne elementos que os críticos gostam: investigações, tribunais, Washington (a cidade), intrigas, traições, mentiras, escândalos, e Washington (Kerry). Como é assinada por Shonda Rhimes, multiplique esse peso todo por três, e temos um novo sucesso na ABC. Eu posso estar falando isso com um tom irônico em minhas palavras, mas séries como Scandal dificilmente dão errado, pois entregam exatamente o que o seu público-alvo quer ver.

Depois de duas temporadas (a primeira, com apenas sete episódios, e exibida durante a Summer Season 2012 – repetindo assim a estratégia que deu certo com Grey’s Anatomy), a série se consolidou em seu horário, sendo uma alternativa para o telespectador que gosta do segmento. Não é aquele tipo de série que chama a atenção pelo roteiro incrível, com plot twists bombásticos e revelações surpreendentes. Scandal se vale mais da solidez de sua proposta narrativa: temos um problema absurdo, envolvendo alguém poderoso, e vamos resolver isso. Porque somos f*dões.

De quebra, tem a nossa amiga Olivia Pope como amante de ninguém menos que o presidente dos Estados Unidos! É quase uma biografia autorizada de Shonda Rhimes! Sim, pois para ela conseguir colocar uma sétima vaga para Kerry Washington ser indicada a melhor atriz de série dramática – ao lado de Claire Danes, Vera Farmiga, Connie Britton e outras -, só assim!

Não me entendam mal. Assista COM CRITÉRIO a primeira temporada da série (fiz isso em recente maratona exibida pelo Canal Sony) e verá que Kerry Washington não apresenta nada de tão incrível assim para ser indicada. E, particularmente, não acho que ela tenha chances de vencer Danes ou Farmiga (que, nas suas séries, estão muito melhores). Se vencer, será pelo lobby Shonda Rhimes.

Aliás, Scandal já tem como grande prêmio ter duas indicações de peso no Emmy Awards 2013. Não criemos muitas expectativas da série sair vencedora logo na sua primeira tentativa.