A maioria dos leitores do SpinOff TV Series pode não se interessar pelo futebol americano, mas sabia muito bem que a série que é exibida após a final do Super Bowl seria automaticamente uma das maiores audiências do ano. Em 2013, a CBS optou por exibir um episódio de Elementary, novo drama do canal baseado na história de Sherlock Holmes. Pois bem, tudo saiu como planejado. Ou melhor, quase como planejado. Ninguém contava com um apagão no meio do caminho.

Para quem não viu o Super Bowl, um breve resumo. O primeiro tempo aconteceu normalmente, tivemos o show do intervalo com a Beyoncé (cantando ao vivo, acredite), e logo no começo do segundo tempo do jogo, uma queda parcial de energia no Mercedes-Benz Superdome fez com que o jogo ficasse paralisado por, pelo menos, 35 minutos.

Com isso, toda a grade de programação da CBS foi simplesmente arrebentada, e o episódio de Elementary foi ao ar pelo menos 1h15 minutos depois do programado (estava programado para entrar ao ar às 10 PM – horário da costa leste dos Estados Unidos – mas só foi exibido às 11:15 PM).

O resultado disso: o episódio de Elementary teve uma demo 18-49 anos de 7.8 pontos, e uma audiência total de 20.8 milhões de espectadores. Não é uma audiência ruim, se você levar em conta que a maioria dos dramas dos canais abertos exibidos hoje não conseguem chegar nem perto dessa marca. Em compensação, foi a pior audiência de qualquer programa exibido após o Super Bowl nos últimos 10 anos.

Por partes, como diria Jack, “o estripa”. A audiência do Super Bowl em si pouco foi afetada pelo apagão. A média do jogo foi de 108.4 milhões de espectadores. No máximo, essa média impediu que a CBS batesse o recorde de evento mais assistido da história da TV norte-americana, ficando pelo menos 3 milhões em desvantagem (que é do Super Bowl XLVI, realizado em 2011, com 111.3 milhões) Mesmo assim, na demo 18-49, o Super Bowl do último domingo foi o segundo mais assistido dos últimos 27 anos. Outro detalhe: na tabulação de audiência liberada pela CBS, eles não computaram o tempo do apagão.

Quanto à Elementary, alguns fatores precisam ser levados em consideração. O apagão (é óbvio) é o primeiro deles. O episódio foi ao ar fora do horário nobre, em um horário onde boa parte da costa leste norte-americana já estava dormindo para trabalhar/estudar no dia seguinte.

Os números mostram que, depois do apagão, a audiência da CBS caiu para a faixa dos 95 milhões, e no último quarto do jogo, estava em 89 milhões. Logo, podemos concluir que, na média, Elementary herdou pelo menos 20% da audiência que estava vendo o jogo pela CBS no seu final. E essa não é uma marca ruim.

Outro fator que deve ser colocado em consideração é que, ano após ano, essa audiência do programa pós Super Bowl está caindo, uma vez que outros canais vão apresentar diversas alternativas que podem mudar o foco do telespectador para o motivo principal do dia, principalmente quando esse programa vai comentar tudo aquilo que o torcedor acabou de ver.

Tudo bem que The Voice (NBC) conseguiu 37 milhões de audiência no ano passado, mas se somarmos o apagão com as múltiplas alternativas disponíveis nos demais canais e na internet (e o fato que muita gente foi dormir na costa leste), e temos uma explicação bem razoável para a baixa audiência da série da CBS.

Não foi um fracasso completo para Elementary, mas é impossível ignorar que o apagão atrapalhou um bocado. Coloquemos mais uns 10 ou 15 milhões de espectadores, e teríamos uma audiência honesta para um episódio pós Super Bowl da série de Sherlock Holmes (e da Lucy Liu como Watson…)

Com informações do TV By The Numbers, TV Line, The Hollywood Reporter e EW.com