A versão americana da série Skins mal estreou na MTV americana e o Conselho de Pais para a Televisão (PTC) demandou uma investigação ao Departamento de Justiça Americano sobre uma possível violação das leis contra pornografia e exploração infantis.

“O episódio incluiu todas as modos de linguagem desagradável, uso ilegal de drogas, atividade ilegal assim como conteúdo sexual generalizado. Além disso, os episódios futuros prometem muito mais do mesmo”, declarou o Presidente do PTC. “Está claro que a Viacom produziu intencionalmente material que pode ser uma violação de [diversas leis contra pornografia infantil]”

Em sua defesa, a MTV declarou: “Skins é um programa que lida com assuntos do mundo real, confrontando adolescentes de uma maneira franca. Nós revemos todos nossos programas e trabalhamos com todos nossos produtores continuamente para assegurar que nossos programas obedeçam as leis e os padrões da sociedade. Estamos seguros de que os episódios de Skins não apenas obedecerão todas as exigências legais aplicáveis como também a responsabilidade com nossos espectadores. “

O primeiro golpe da retaliação do PTC já foi sentido pelo canal: a rede Taco Bell retirou seus anúncios transmitidos nos intervalos da série.

O PTC foi o mesmo que em 2010 acusou a Revista GQ de beirar a pedofilia com o ensaio fotográfico com membros do elenco de Glee.

Fonte