TemperoSecretoS1

Em um canal dominado pela programação culinária, uma comédia sobre um restaurante surreal é algo absolutamente normal.

O canal GNT segue investindo em produções originais (que contam como cota de programação que a Ancine vê com bons olhos) que, nesse caso, se alinham à boa parte da programação que o canal hoje oferece. Tempero Secreto é uma comédia sobre um restaurante que nasce do nada, onde pessoas se reúnem para vender um conceito singular, mas que tem tudo para dar errado. Porque a vida é assim.

A série conta a história de Cecília (Alessandra Maestrini), uma publicitária que teve sua carreira afundada depois de um projeto mal sucedido de um parque de diversões. Seu fracasso profissional fez com que ela perdesse todo o seu dinheiro e, por tabela, o dinheiro de sua avó Maroca (Walderez de Barros), uma jornalista que decide dar para a neta a última refeição decente dos próximos anos (quem sabe). Acontece que a vovó é meio doida, sabe… viveu intensamente os tempos do bicho grilo, e vai sentir falta da casa porque, em algumas oportunidades, as paredes falavam com ela. Se é que vocês me entendem.

O frango caseiro da Maroca recebe um certo “tempero secreto” (sacaram), que é simplesmente sensacional. Cecília vê ali a oportunidade de dar uma virada na sua vida, e decide abrir um restaurante na linha “foodie”, ou seja, onde todo o conceito é centrado na comida caseira, mas de um único prato: o frango orgânico da vovó Maroca.

Tudo vai bem (naquelas), a inauguração vai acontecer, mas Maroca é atropelada, entra em coma e não compartilhou a receita do molho do frango com o tempero secreto. Cecília e sua equipe terão que se virar sozinhos para não colocar tudo a perder. E seguir com o restaurante, no difícil objetivo de tornar o mesmo um sucesso, com um único prato (que eles não sabem fazer direito), mas que eles acreditam que podem cobrar o olho da cara porque clientes burros pagarão pelo conceito.

cecilia_e_maroca

Tempero Secreto é simples e direto: um humor que trabalha muito mais com os textos do que com as situações. Foca diretamente na habilidade de Cecília em tentar vender a sua ideia absurda, mesmo diante de tudo desmoronando na sua frente. Convenhamos: isso requer inteligência, e tal perspectiva é positiva para a série. Sem falar que a proposta faz uma crítica bem humorada a tudo o que cerca esse universo gastronômico e até do marketing feito em cima de determinados empreendimentos.

Para começar, Cecília é a sátira de marqueteiros que usam uma série de palavras em código para vender ideias e conceitos que normalmente não são lá grande coisa. Além disso, os críticos chatos e pedantes que se acham os únicos especialistas da Terra que são enganados por chefs que, em muitas oportunidades, disfarçam o tempero de Miojo que eles colocam no molho como alta gastronomia. Sem falar nos hipsters que normalmente só sabem meter o pau em tudo nas redes sociais. Tudo isso vira piada na série, se forma simples e direta.

Não é aquela comédia incrível, mas é uma comédia leve, que trabalha também com os humores e dissabores da vida. A típica comédia de situação que pode funcionar com o público do GNT, que na maior parte da programação já assiste programas de culinária. Logo, a série pode sim vingar por se alinhar à temática do canal. A produção segue o bom nível de qualidade das outras séries e produções já apresentadas dentro dos canais do grupo Globosat, o que sempre é um aspecto positivo.

cecilia_2

O elenco funciona bem, Alessandra Maestrini (a eterna Bozena de Toma Lá Dá Cá) está mais uma vez excelente, e a série conta com algumas participações especiais (Danilo Gentili, André Abujamra, Marco Luque, Ângela Dipp), o que sempre ajuda a trazer audiência para a série.

Tempero Secreto pode dar certo sim no GNT. Tem tudo para agradar a audiência que já curte os programas de culinária do canal. E uma boa distração para quem está zapeando pelos canais da TV por assinatura, sem encontrar algo de bom para ver no final de semana. Ou na hora da fome.