nursejackie_1

A nova série da Showtime estreou ontem, 08/06, e promete muito para esse ano. Nurse Jackie marca o retorno de Edie Falco (30 Rock, Sopranos) às telinhas. Falco retrata a vida da enfermeira Jackie Peyton, que no piloto já aparece como uma profissional dedicada e competente, às vezes de pulso firme, inclusive com os médicos.

nursejackie_2

Jackie tem dores nas costas e por isso se mantém acordada e trabalhando à base de medicamentos, literalmente se drogando. Em mais um dia de trabalho, a enfermeira recebe a missão de treinar a estagiária Zoey Brakow (Merritt Wever, “Studio 60”). Juntas, elas passam por diversos casos, onde ao final, todos são resolvidos com uma mãozinha de Jackie. O elenco ainda conta com os Doutores Eleanor O’Hara (Eve Best, “Vital Signs”) e Fitch Cooper (Peter Facinelli, “Damages”), o farmacêutico Eddie Walzer (Paul Schulze, “Journeyman”) e o enfermeiro Mo-Mo (Haaz Sleiman, “24”).

Com pitadas de humor negro, a enferemeira durona parece ser a alma do hospital, muitas vezes fazendo justiça com as próprias mãos, mas sempre baseada em sua imensa humanidade. No final do episódio uma ‘grande’ revelação, visto que Jackie parecia levar uma vida solitária e várias de suas necessidades eram supridas dentro do próprio hospital.

nursejackie_3

“Make me good God. But not yet.” (Faça-me ser boa, Senhor. Mas não agora.) Esta é grande frase da vida de Jackie, aparentemente querendo ser uma pessoa melhor, já sabendo que não merece a vida que tem e o amor que recebe. Mesmo assim ela acha tem que consertar o mundo. Impossível não comparar, de cara, com o Dr. House. Remédios para afastar a dor, competência, quebra de regras e muito sarcasmo. Mais um drama médico que agora aborda ‘um nível abaixo’, mostrando o dia-a-dia de uma enfermeira. Vale a pena conferir!