Homeland (Showtime) é mais uma grata surpresa dessa Fall Season. Ela conta a história da agente da CIA Carrie Mathison (Claire Danes, “Temple Grandin”) que está em missão no Iraque, quando corre contra o tempo para conseguir informações importantes de um prisioneiro que está prestes a ser executado. Tais informações dariam conta que um grande terrorista estaria tramando, juntamente com um “americano convertido”, para um grande ataque aos Estados Unidos. De volta aos Estados Unidos, ela se vê de mãos atadas com relação a esta pista, pois nada fora confirmado.

Dez meses depois, um de seus superiores e mentor Saul Berenson (Mandy Patinkin, “Criminal Minds”) acaba por ajudá-la no monitoramento do então recém chegado sargento Nicholas Brody (Damian Lewis, “Life”), um prisioneiro de guerra dado como morto oito anos atrás. Carrie tem certeza de que Brody é o sujeito do qual sua fonte lhe informou. Enquanto isso Brody é recebido como héroi por seus amigos e sua família. Sua esposa, Jessica Brody (Morena Baccarin, “V”), e seu casal de filhos ficam muito surpresos por sua volta depois de tanto tempo. E muita coisa mudou e ainda vai mudar. Jessica estava envolvida com Mike Faber (Diego Klattenhoff, “Mercy”), melhor amigo de Brody, e esse caso ainda vai render muito para a trama.

Produzida por Howard Gordon e Alex Gansa, de “24 Horas”, Homeland é uma adaptação da série israelense “Hatufim/Prisoners of War”. Há referências claras ainda ao filme “Entre Irmãos” (Brothers, 2009), estrelado por Tobey Maguire, Jake Gyllenhaal e Natalie Portman.

Homeland trás de volta a mesma fórmula usada em 24 Horas, com conspirações, muita ação e o clima de suspense. Vale a pena conferir!