A segunda aposta da Fox em comédias para essa temporada (2012-2013) é Ben and Kate, que já teve o seu piloto previamente liberado na semana passada, mas só nessa semana ela foi exibida oficialmente nos Estados Unidos. Mas… o que podemos comentar da história dos dois irmãos que são os opostos que se atraem?

A série conta a vida dos irmãos Fox. Kate Fox (Dakota Johnson) é a irmã centrada, organizada, que teve que assumir responsabilidades logo cedo na vida. Até porque é mãe solteira a pequena Maddie (Maggie Elizabeth Jones). Já Ben (Nat Faxon) é o irmão bobão, imaturo, com atitudes idiotas, mas de bom coração. Em um determinado momento, quando um ajuda o outro em suas desilusões amorosas, eles entendem que, juntos, eles são mais fortes, e resolvem unir forças para fazerem suas vidas darem certo. Em comum, os dois são filhos de pais problemáticos e desajustados. A cada briga ou conflito, Ben e Kate se escondiam debaixo da mesa, para se isolar do mundo. E fazem isso até hoje.

Por incrível que pareça, isso é tudo o que você precisa saber sobre Ben and Kate. E ainda acho que é pouco para ter uma opinião formada sobre a série. Mas vou tentar.

Assim como The Mindy Project, o piloto de Ben and Kate não é algo para você sair rindo de se mijar nas calças. É mais uma comédia romântica (ou pelo menos aparenta ser), onde os seus protagonistas buscam aqueles que eles entendem ser o amor de suas vidas (ou aquelas pessoas com quem elas querem fazer sexo no décimo encontro). Mas, pra variar, não dá certo. Senão, não tem série.

Algumas pessoas mais exigentes podem se irritar com os dois irmãos, a grande maioria vai se irritar só com o Ben, que é realmente o mais bobão da dupla. De qualquer modo, a série ainda tenta passar aqueles elementos básicos para você se apegar à história dos dois: discurso emocional de um irmão defendendo o outro no final do episódio, a clássica cena de “todo mundo pulando na piscina, porque somos perdedores, porém, felizes”, a irmã atrapalhada, que não sabe o que fazer para levar o cara para a cama sem parecer vulgar, e é claro, a criancinha de cinco anos de idade, que é graciosa e meiguinha.

Tudo isso tem em Ben and Kate, mas não sei se é o suficiente para segurar a audiência. Não estou dizendo que a série é ruim (mesmo porque já estabelecemos o parâmetro de ruim pra baixo nessa temporada), mas não é o tipo de comédia para quem, por exemplo, gosta do besteirol, ou para aqueles que são adeptos às piadas de fácil compreensão. Aliás, o piloto da série tem piadas boas sim. Principalmente com “BJ”. Vocês vão entender quando assistirem o piloto.

De qualquer forma, acho que você precisa ao menos dar uma chance (de dois ou três episódios) para saber se realmente vale a pena continuar com Ben and Kate. Comparando com The Mindy Project, a série da médica que vive como se estivesse em uma comédia romântica é melhor. Mas acho precipitado dizer nesse momento se ela vai virar ou não. Assista o piloto, e deixem os seus comentários nesse post, ok?