ballers-hbo

Dwayne Johnson usando terno. Mas não é só isso. Tem mais. Ballers é a nova comédia da HBO que usa como pano de fundo os bastidores do futebol americano, mostrando que os atletas profissionais da América são pessoas comuns, que falam besteira e fazem muitas burrices. Tal como qualquer pessoa. Especialmente os jogadores de futebol daqui.

A série mostra Spencer Strasmore (Johnson), jogador aposentado que atua como intermediário para negociações de contratos com atletas em atividade. Spence, também conhecido como ‘golden boy’, tem um passado conturbado, onde dá a entender que sua carreira foi interrompida precocemente. Mesmo assim, anda na linha e tenta orientar os jogadores ativos a terem uma carreira produtiva, inclusive sem passar por problemas financeiros, tal como ele passa hoje.

Spence trabalha para Joe (Rob Corddry), conselheiro financeiro dele e desses atletas, que usa o prestígio de Spence para ampliar a sua clientela. No piloto, pelo menos dois atletas são os focos principais da dupla. Um deles é ultra-competitivo, mas só se mete em confusão (transar com uma mulher no banheiro da boate, espancar um cara que não gostava do time que ele jogava no universitário), enquanto que o outro estava com problemas financeiros, mas não se importava em dar grandes festas para amigos e pessoas que estão na sua casa, mas que ele nem conhece.

A missão de Spence é colocar essa turma no bom caminho, ao mesmo tempo que ele resolve os seus problemas financeiros e emocionais. Tudo isso, com o futebol americano como pano de fundo.

ballers-trailer-dwayne-johnson

Eu me diverti muito com o piloto de Ballers. Produzida por Dwayne Johnson e Mark Whalberg, a série tem um texto inteligente, tiradas rápidas e ágeis, e as piadas são bem encaixadas dentro do universo deles, mas ainda assim acessíveis para aqueles que não acompanham de perto o mundo da NFL.

Você não precisa ser um especialista em futebol americano para assistir ao piloto. Basta você ter em mente que boa parte dos atletas que você conhece não contam com um QI muito elevado, que o ego deles é maior que o Maracanã, e que a somatória desses dois fatores aumentam o potenciômetro da c*g*d* a níveis elevadíssimos. Não só as situações produzidas, mas as coisas que saem da boca de alguns deles são tão absurdas quanto evidentes. São bobagens que qualquer um poderia dizer… só que não, pois eu e você somos um pouco mais espertos que isso.

A produção de Ballers é cara. Muito cara. Carros de luxo, jóias, roupas luxuosas. A HBO entregou o cartão black platinum na mão dos produtores, e eles fizeram a festa nesse aspecto. Logo, espere algo impecável nesse aspecto.

Mas o ponto mais positivo do piloto é que ele tem ritmo. Está na dose certa, não te deixa com sono, não força nas situações. Não deixa os mais leigos perdidos, e aqueles que gostam do esporte vão se escangalhar de rir com as situações cretinas apresentadas.

O piloto de Ballers foi aprovado com louvor. Na minha opinião, um dos melhores da temporada. Vou assistir fácil a temporada da série, e recomendo que você ao menos assista ao piloto. As chances de diversão garantida são enormes.