about-a-boy

Aproveitei o carnaval para colocar algumas estreias em dia. Uma delas foi About a Boy, que mais do que ser uma estreia, foi uma grande surpresa. Por vários motivos que detalharei ao longo desse post.

O piloto da série lembra um curto filme da Sessão da Tarde, onde temos uma comédia romântica envolvendo o pegador Will Freeman (David Walton), que não se importa com muita coisa, desde que a “coisa” dele esteja envolvido com alguém do sexo oposto. Isso começa a mudar quando Fiona Bowa (Minnie Driver), uma vegetariana com a vida bagunçada se torna sua vizinha, junto com o seu filho, Marcus (Benjamin Stockham).

Por certas circunstâncias da vida (que precisam acontecer, senão, não tem série), Marcus “força a amizade” com Will, com o objetivo do pegador sair com sua depressiva mãe. Com o passar do tempo, a convivência entre Will e Marcus se torna uma amizade verdadeira, mesmo contra a vontade da mãe. E a síntese da série é mostrar esses diferentes perfis convivendo juntos, a amizade inusitada entre o adulto e a criança, e como Will vai, aos poucos, convencer Fiona que o seu estilo de vida “alternativo” pode ser aceitável para, quem sabe em um futuro distante, todos ficarem juntos, como uma família feliz.

Essa é a segunda tentativa de adaptação dessa história para a TV, que por sua vez já foi para o cinema em 2002, em um filme protagonizado por Hugh Grant e Toni Collette. A pegunta que me faço é: agora vai?

Talvez pelo sucesso do filme (e pelas pessoas já conhecem a história), About a Boy foi uma grata surpresa para a NBC. Em um sábado, o primeiro episódio deu expressivos 8.26 milhões de audiência geral. E, pelo visto, o canal do pavão não vai medir esforços para fazer a comédia engrenar. A prova disso é colocar a série nas noites de terça-feira, aproveitando assim a audiência de The Voice.

E a NBC não está errada. Particularmente, gostei do piloto de About a Boy. Tem gente que não gosta de séries com criancinhas fofinhas e pseudo-carismáticas, mas eu não me incomodo com isso. Talvez o personagem da Fiona seja o mais irritante entre os protagonistas, mas isso se faz necessário para criar o contraponto com o seu filho Marcus… que é fofinho! David Walton também está bem como o descompromissado Will, e apesar de um final meio óbvio, a referência da música do One Direction até que caiu bem.

Eu recomendo o piloto de About a Boy para aqueles que gostam de comédias românticas familiares. O meu único ponto de pesar é que a série está na NBC, que também é conhecida como “buraco negro da programação”. Ok, eu sei que eles estão tomando a medida mais sensata do universo, que é não colocar a série nas noites de quinta-feira (onde nada dá certo). Mesmo assim, é preciso dar tempo ao tempo, para saber se a audiência vai comprar a ideia da série.

Tudo o que me resta dizer é que eu fico na torcida. Acompanharei os próximos episódios para saber onde a série vai parar.