the_walking_dead_s05_e01_ak_still

 

O último episódio exibido de The Walking Dead registrou os seus piores números em quatro anos (10.4 milhões de telespectadores na audiência geral, e 4.9 na demo 18-49 anos).

Não são números ruins, mas estão bem distantes do que a série está acostumada a registrar.

Os motivos para isso são difusos. Não seria exatamente pelo fato dos personagens secundários e menos importantes receberem destaque, mas sim pelo excesso de violência nas mortes de personagens importantes.

Muita gente decidiu abandonar a série depois das mortes de Glenn e Abraham. Mas este pode ser apenas a ponta do iceberg emergindo.

 

A seguir, alguns motivos que podem explicar a queda de audiência de The Walking Dead:

 

1. Muita gente chocada com a estreia da sétima temporada

Alguns acreditam que a série foi longe demais com as violentas mortes de Glenn e Abraham, e decidiram abandonar a série.

 

2. Negan

Talvez nesse momento a audiência não quer encarar um líder totalitário que pensa que é hilário no comando de um lugar como Alexandria, intimidando, desmoralizando e/ou humilhando qualquer personagem que o desafia. Até porque terão que encarar isso com Trump a partir de 2017.

 

3. Separações

Ver o grupo de sobreviventes que amamos juntos apenas no primeiro episódio é de lascar…

 

4. Personagens que desapareceram

Onde está Carol? Morgan? Ou até mesmo o Rei Ezekiel, apesar de sua antecipada introdução à série. Ah, sim… você sabe que algo está errado quando gente sem importância tem mais tempo de tela que a Carol…

 

5. Estamos vendo uma nova série

Sã muitos personagens novos e introduzidos em pouco tempo. Aliás, tempo insuficiente para que a gente se importe com eles. E, honestamente, muitos não vão se importar com alguns deles mesmo depois do fim da atual temporada.

 

6. É deprimente

Bem sabemos que The Walking Dead tem momentos épicos. Por outro lado, é duro ver Rick tão quebrado e assustado, ou Daryl sendo o capacho do Negan.