sharknado2_syfy_brasil_01

 

Ontem (31), o Brasil teve o privilégio de assistir ao já histórico telefilme Sharknado 2: A Segunda Onda, exibido pelo canal SyFy Brasil apenas 24 horas depois de sua primeira exibição nos Estados Unidos. E quando falo que ele já está na história, não é nenhuma zoeira: esse é o telefilme mais visto da história da TV paga norte-americana (3.9 milhões de espectadores na sua primeira exibição), e o assunto mais citado da história do Twitter, com mais de 1 bilhão de menções na rede social. Mas não é só isso.

Esqueçam ‘X-Men: Dias De Um Futuro Sombrio’, ‘Capitão América 2’, ‘O Espetacular Homem-Aranha 2’, ‘Guardiões da Galáxia’ ou qualquer outra coisa que suas retinas tenham presenciado nos últimos sete meses. Você, amigo leitor, gostando ou não, saiba que a verdade é uma só: Sharknado 2 é, com muita facilidade, “o melhor filme de 2014”. Não importa o que você pensa, e não importa o que aconteça nos próximos meses.

E vou dar argumentos para o que estou dizendo (e sem spoilers, se possível).

O SyFy alcançou com Sharknado 2 o nível de “especialista supremo universal dos filmes de terror/tragédia trash”. Se tornaram faixa preta terceiro dan nesse aspecto. Daqui para frente, eles nunca mais vão errar nessa fórmula, e com certeza vão oferecer aquilo que o seu público-alvo quer. Aliás, aquilo que todos nós queremos. Diferente dos filmes que citei antes, Sharknado 2 agrada em cheio os seus fãs, de forma unânime! É impossível apontar algo que desagrade.

Até porque você precisa ver esse filme totalmente desprovido de critérios. Critérios? Pra quê, meu povo?

Sharknado 2 é o melhor filme de 2014 porque se leva a sério nos seus objetivos. Se é pra fazer filme galhofa, vamos acreditar nisso. Vamos fazer a tosqueira com convicção, acreditando que estamos entregando a maior tragédia da história da humanidade, fazendo com que profissionais da NBC não só digam diante das câmeras que Nova York poderia estar diante de uma tragédia de “proporções bíblicas”, mas fazendo com que eles LUTEM COM TUBARÕES! Sério, gente, essa é uma vitória!

Aliás, quem assistiu os dois filmes sabe que, diante do que foi o primeiro em termos de produção, sabe que Sharknado 2 é uma superprodução. Não, amigos… não estou falando dos vários, inúmeros e propositalmente mal feitos tubarões computadorizados (tubarões, aviões, nuvens e qualquer outra coisa que pudesse passar pelo computador) que foram vastamente colocados na tela. Eu falo das diversas cenas de externas em locais importantes (quinta avenida, estádio do NY Mets, etc) e em alguns merchandisigns vistos no filme (tem um do Subway que é descarado), e nas participações especiais. A grana rolou solta, e isso ajudou para que um filme muito melhor fosse entregue.

 

sharknado2_syfy_brasil_04

 

Mas o que realmente torna Sharknado 2 o melhor filme de 2014 (e, de novo: não importa o que você pensa) é o filme em si, como um todo. Um elenco capitaneado por Ian Ziering, que já eram um ator de capacidade de interpretação bem duvidosa em Beverly Hills 90210 (primeira versão de Barrados no Baile), e que conta com participações especiais valiosíssimas (destaque para Kelly Osbourne, Andy Dick, e principalmente Mark McGrath) simplesmente não pode dar errado. E é só o começo.

A trama do filme é totalmente desprovida de qualquer tipo de preconceitos e critérios. Até porque (vou repetir sim essa pergunta)… Critérios? Pra que? Os responsáveis por Sharkando 2 foram tão geniais (à frente do seu tempo, eu diria), que eles deixaram até erros de continuidade logo nos primeiros minutos do filme. Pessoas que estão por último para sair do estádio de baseball, mas chegam em primeiro na estação do metrô, uma tromba d’água de corrói apenas a parte traseira do último vagão do metrô, e outras ideias sensacionais para tornar o filme ainda melhor.

Sem falar no final do filme, que é realmente épico, com uma situação definitivamente absurda (como não podia deixar de ser), e como “bônus”, de forma bem sacana, eles colocam uma última e cretina piada, que mostra claramente que roteiristas, produtores, atores e todos os envolvidos estão muito cientes que todos nós, fãs dos filmes tragédia toscos, queremos mesmo é nos divertir com tudo isso.

Enfim, se você não viu Sharknado 2, não faz a menor ideia do que está perdendo. O filme é simplesmente maravilhoso, e esse texto não consegue traduzir nem 10% de tudo o que você vai presenciar nessa produção, que me ofereceu duas das mais divertidas horas diante da TV em 2014.

Obrigado, Senhor SyFy, pela graça alcançada com Sharkado 2!

 

 

P.S.: a essa altura do campeonato, se você realmente levou esse texto a sério, literalmente, devo dizer que lamento por você não saber identificar as ironias de um texto. Nem perca seu tempo se revoltando com esse post, pois a culpa não é minha se você não entende uma grande piada.