Fear the Walking Dead

“Porque não precisamos disso” seria uma resposta rápida e imediatista demais. Podemos elaborar argumentos melhores.

Muitas pessoas se perguntam por que não aconteceu um crossover direto entre Fear the Walking Dead e The Walking Dead (ambas do AMC). Afinal de contas, a premissa principal é a mesma: o mundo vivendo um apocalipse zumbi. Porém, esse é o único elo efetivo de ligação entre as duas séries. Dave Erickson, produtor executivo de Fear the Walking Dead, explicou ao TVLine que o seu spinoff não vem diretamente dos quadrinhos, pegando apenas algumas bases da história principal para desenvolver esse crossover.

Além disso, outro fator que impede que o crossover aconteça é a barreira geográfica entre os dois universos. Fear the Walking Dead acontece na costa oeste dos Estados Unidos, e diante do cenário instaurado, está muito difícil para qualquer um dos grupos encontre o outro (até porque não estamos falando de Z Nation, onde a missão dos caras na primeira temporada era cortar os Estados Unidos de costa a costa para encontrar a cura zumbi).

O terceiro obstáculo é a cronologia das duas séries. The Walking Dead está indo para a sua sétima temporada, enquanto que Fear the Walking Dead está apenas na segunda. Naturalmente os eventos de TWD estão à frente de FTWD, e é difícil achar uma conexão entre os dois universos também por conta dessa barreira do tempo.

Uma das preocupações de Erickson é fazer com que os detratores de Fear the Walking Dead parem de comparar esta série com a principal, e entendam de uma vez por todas que são duas histórias separadas, com regras similares e pertencentes ao mesmo universo criado por Robert Kirkman nos quadrinhos. Ele acredita que há espaço para as duas séries, mesmo que elas contem com plots, personagens e locais diferentes.

Ao mesmo tempo, Dave também acredita que tal compreensão jamais chegará aos fãs mais chatos. E eu concordo com ele sobre isso.