orange-new-black-netflix

E não mais que de repente, você, mulher, noiva, que tem a sua vida no lugar, vai ter uma mudança radical. Usar um uniforme laranja e pagar por um crime que sua melhor amiga cometeu. Na prisão. É essa a premissa de Orange is the New Black, a nova série original da Netflix, que estreia em 11 de julho, para todos os países onde o serviço está disponível.

A série foi criada por Jenji Kohan (Weeds), e é uma dramédia baseada na autobiografia de Piper Kerman, que virou um best-seller nos Estados Unidos. Tal como as últimas produções originais da Netflix, Orange is the New Black terá todos os seus 13 episódios produzidos disponíveis de forma imediata no dia do seu lançamento.

No Brasil, ela estreia às 04h01 (horário de Brasília) do dia 11 de julho, seguindo assim o lançamento simultâneo com países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Irlanda, países nórdicos e América Latina.

A série propõe um equilíbrio perfeito entre drama e comédia, apresentando personagens carismáticos e um humor incensurável. Tudo isso dentro de uma penitenciária feminina. Orange is the New Black vai mostrar a trajetória de Piper Chapman (Taylor Schilling), que vive em Brooklyn, Nova York. Ela convive durante dez anos com a traficante de drogas Alex (Laura Prepon), e por causa desse convívio nada convencional, ela é sentenciada a 1 ano de prisão, em uma penitenciária federal.

Uma vez presa, Piper troca a sua vida cômoda e perfeita com o seu noivo Larry (Jason Biggs) pelo uniforme cor de laranja, e toda a cultura prisional nada convencional. Nesse tempo, Piper passa a questionar todos os seus conceitos, além de formar alianças inusitadas com detentas excêntricas e politicamente incorretas. A série ainda conta no seu elenco com nomes como  Kate Mulgrew, Natasha Lyonne, Pablo Schreiber, Danielle Brooks, Laverne Cox e Taryn Manning.

Via Assessoria de Imprensa – Netflix Brasil