homeland_still-moreanbaccarin

Todo mundo ficou muito empolgado (ou revoltado, pois todos os anos ficamos) com a lista de indicados ao 65th Primetime Emmy Awards (2013), e eu compreendo esse efeito colateral. Porém, pouquíssimas pessoas se deram conta de que hoje (18) foi um dia histórico não só para a Academia de Ciências e Artes Televisivas de Hollywood (que teve a coragem de indicar pela primeira vez séries exibidas exclusivamente na internet – House of Cards e Arrested Development), mas também para o Brasil, que teve a sua primeira indicação à premiação de Primetime do Emmys, com Morena Baccarin indicada na categoria de melhor atriz coadjuvante de drama.

Como vocês bem sabem, Baccarin, de 34 anos de idade, nasceu no Rio de Janeiro, mas consolidou as suas carreiras de modelo e atriz lá fora. É radicada nos Estados Unidos desde os sete anos de idade, e começou na TV na série Firefly. Depois disso, fez o longa baseado na série, Serenity, além de algumas participações especiais em séries como The O.C., How I Met Your Mother, Las Vegas, Justice, Heartland, Stargate SG-1 e Medium.

A primeira grande chance de Baccarin como um papel fixo foi no remake de V, produzido pela ABC em 2009. Depois do fim da série, a moça foi chamada pelo canal Showtime para interpretar Jessica Brody, esposa do protagonista Nicholas Brody, em Homeland. A série é hoje uma das mais aclamadas da TV norte-americana, e as indicações que a série recebeu hoje são uma prova disso.

Não vamos discutir os méritos da indicação de Morena Baccarin nesse momento (deixaremos isso para o SpinOff Podcast da próxima segunda-feira). Fato é que, nesse post, fazemos o registro de que o Brasil chegou ao Primetime Emmy Awards. Antes disso, artistas ou produções nacionais já recebiam indicações quase todos os anos no International Emmy Awards, prêmio voltado para programas produzidos e exibidos fora dos Estados Unidos.

Além disso, essa indicação acaba sendo um bônus para a atriz, que está esperando o seu primeiro filho (ou filha, não sabemos ainda).

E, se você achava que o Brasil não estava na crista da onda de alguma forma… se prepare para ver uma bandeirinha brasileira em algum lugar do Nokia Theatre no dia 22 de setembro.