netflix-portal

A Netflix tem uma grande relevância em todo o planeta. Poucos duvidam que serviços de streaming como esse são o futuro do consumo de conteúdo televisivo, porém, o avanço dessa tecnologia é freado pela indústria do copyright, onde várias produtoras entendem que esse formato é uma ameaça e não uma fonte de novas oportunidades.

Por conta dos problemas das licenças, a Netflix é incapaz de oferecer os mesmos conteúdos em todo o planeta. Mas eles estão colocando todos os recursos ao seu alcance para eliminar essas barreiras. De acordo com Reed Hastings, co-fundador e CEO da Netflix, eles esperam poder eliminar as barreiras impostas pelos donos das licenças em um prazo entre 5 e 10 anos, podendo depois oferecer os mesmos conteúdos, independente da localização do usuário.

Recentemente, a Netflix anunciou a sua chegada a 130 novos países, alcançando quase todo o planeta, onde a China é a exceção de maior destaque, ao lado da Síria, Coreia do Norte e Crimeia, por conta das proibições do governo norte-americano em negociar com esses países.

Durante a seção de perguntas e respostas na CES 2016, o CEO da Netflix confirmou que o seu conteúdo próprio (filmes e séries produzidos pela plataforma) estarão disponíveis em todo o planeta de forma simultânea. Hoje, o serviço de streaming conta com 70 milhões de usuários, e poder oferecer o mesmo conteúdo em qualquer lugar será um ponto a favor deles.