Este post é motivado por um comentário feito por um usuário anônimo (sim, a pessoa acredita tanto no que fala, que nem teve coragem de colocar um nome na sua declaração), que afirma categoricamente que “não sabemos nada porque não achamos a série que ele gosta boa”. Bom, nós aqui do SpinOff nunca nos qualificamos como conhecedores do mundo das séries (exceto a Vana Medeiros…). Assim como vocês, nós assistimos muitas séries, e temos gostos e opiniões. Mas parece que somos obrigados a ser “Maria-vai-com-as-outras”. Sempre.

Sabe, somos apenas um blog/podcast de palpiteiros. Não escrevemos profissionalmente, e não temos compromissos profissionais com ninguém. Apenas com o nosso desejo de comentar sobre aquilo que vemos. Tal como aqueles que visitam o blog. Logo, os textos aqui são opinativos e parciais sim. Aliás, para quem não sabe, toda opinião é parcial. Senão, não é opinião, é apenas informação.

Quando queremos informar a respeito de alguma coisa, colocamos nossos posts na seção “Notícias”, e mesmo assim, passamos nossa opinião sobre o assunto, até mesmo para passar um posicionamento sobre a questão. Até mesmo para estimular a discussão entre os visitantes do blog e ouvintes do podcast. Queremos que vocês deixem a opinião de vocês sobre o que é discutido e comentado no SpinOff. É direito de todos nós.

Porém, não entendemos o descredenciamento ou demérito que recebemos apenas porque opinamos de forma diferente de alguns. Veja bem, opinião é que nem C*: todo mundo tem, e dá quem quer. Logo, toda opinião (assim como todo C*) deve ser respeitada. Ninguém é mais ou menos burro por ter uma opinião diferente da sua (apesar de muitos afirmarem em 2010 que quem não gostava de certas séries “era burro demais para entendê-las…”), e no nosso caso em específico (do SpinOff), apenas expressamos o que pensamos sobre o que assistimos.

Ninguém aqui é dono da verdade. Se a nossa opinião machuca, o problema deve estar nos olhos de quem lê, e não nas mãos de quem escreve. É direito de todo mundo gostar da série que quiser, e dizer que ela é boa ou ruim. E, acredite se quiser, respeitamos tanto isso, que aplicamos essas mesmas regras para nós. Por que? Porque é legal assim!

Logo, vamos viver só de amor. E de séries. E de pizza, que é a comida dos campeões. Opinem, comentem, gerem a discussão. Mas não nos chamem de burros por fazer o mesmo! #sad