CPAuc1eUAAAhXE6

Depois de uma muito bem sucedida segunda temporada, a Band já trabalha com intensidade no ‘spinoff’ de MasterChef. Os fãs do reality culinário terão um mês de férias antes da estreia de MasterChef Júnior Brasil, cuja estreia está confirmada para o dia 20 de outubro.

O programa tende a ter um formato bem mais curto que a sua versão adulta, já que (na teoria) a temporada tem que estar encerrada até o dia 22 de dezembro, pelo menos (mas depois de ontem, onde a final foi exibida até 01h20 da manhã, eu não duvido de mais nada). Não só o formato está mantido, como a presença da apresentadora Ana Paula Padrão e dos chefs Henrique Fogaça, Erick Jaquin e Paola Carosella estão confirmadas.

O grande atrativo de MasterChef Júnior é a dinâmica diferente que o programa pode ter, apenas pelo fato de serem crianças ou pré-adolescentes. Os chefs deverão ter uma outra pegada com os candidatos, assumindo mais o papel de professores do que de orientadores em muitos casos. Sem falar que a tendência é que o tom mais bem humorado domine o reality, já que a imprevisibilidade e espontaneidade infantil podem oferecer naturalmente situações mais engraçadas.

Lá fora, MasterChef Júnior é um sucesso de audiência. Nos Estados Unidos, os dois realitys da franquia são exibidos pela Fox, e em muitos casos, a audiência da versão Júnior superou a versão adulta, apesar de ser exibida na summer season.

Um último destaque para a final de ontem: pela primeira vez, a internet recebeu o resultado do vencedor de um reality competition antes da audiência da TV. É um movimento inteligente da Band, que soube reconhecer a importância das mídias sociais para o sucesso da segunda temporada de MasterChef.