Kicking & Screaming

 

Tem como melhorar o conceito de Survivor? Claro que tem!

Eu confesso que não dava absolutamente nada para Kicking & Screaming. Imaginava que seria mais um reality competition tosco da Fox, entre tantos outros que o canal já exibiu (jamais me esquecerei de Utopia…). Mas esse aqui faz a tosqueira dar a volta, modificando o gênero de competição de pessoas em locais inóspitos e desprovidos de recursos com uma mudança simples e funcional: combinar pessoas preparadas para o cenário extremo com aqueles que jamais imaginaram passar por tal perrengue na vida.

Não acho que Kicking & Screaming é a reinvenção da roda, que dirá a reinvenção do gênero. É basicamente o Survivor no seu conceito geral. Oferece uma premiação para a dupla vencedora de US$ 500 mil (sim… não há motivos para dar um prêmio de US$ 1 milhão para um reality cujo canal não faz a menor ideia se vai mesmo vingar…), onde a cada semana teremos uma prova geral para estabelecer a imunidade de uma das duplas. A pior dupla no desafio vai para a prova de eliminação.

A dupla vencedora da prova de imunidade pode escolher entre obter um pouco de conforto ou o poder de indicar uma outra dupla para a tal prova de eliminação. Isso é feito de propósito para gerar o conflito dentro da dupla, uma vez que temos de um lado alguém duro na queda, com espírito aventureiro e que não se importa em comer larvas e dormir no tempo, e do outro lado alguém mimadinho ou moloide, que faria qualquer coisa por uma cama, um chuveiro e pizza.

Quem perder a prova de eliminação está obviamente eliminado da competição.

 

 

A melhor parte de Kicking & Screaming é o fator “como é que ninguém pensou nisso antes”?

Quero dizer… já pensaram. Quando fizeram o falso reality na selva (que era selva de estúdio) I’m A Celebrity, Get Me Out Of Here, pegaram os mimadinhos e mimadinhas e colocaram eles no perrengue.

Mas o que torna tudo mais interessante no novo reality da Fox é o conflito de personalidades envolvidas. Você coloca duas pessoas com personalidades, comportamentos, perspectivas de vida e objetivos completamente diferentes para trabalharem e conviverem juntas, e o resultado pode ser bizarro, inusitado e hilário na maioria das vezes.

Isso me despertou o interesse imediato no programa. Quero ver o segundo e os demais episódios… isso é, se o programa continuar no ar.

A audiência do episódio de estreia de Kicking & Screaming foi muito baixa, e tudo indica que o programa vai durar no máximo essa temporada. Logo, é melhor eu aproveitar muito bem o que eu vou ver. Creio que vai durar mais tempo na grade que o fracasso de Utopia (que era para durar um ano, e durou um mês e meio no máximo), mas muito dificilmente chega a uma segunda temporada.

De qualquer forma, vale a pena você conferir. Se você gosta do gênero reality extremo combinado com a bagaceira que é o comportamento de alguns seres humanos, o novo programa da Fox tem tudo para te fazer feliz.

Eu mesmo fiquei feliz pra caramba com o que eu vi!