Kevin_Reilly

Esse senhor aí da foto acima é Kevin Reilly, CEO da Fox. Ele é o responsável pela programação exibida no canal da raposa. Na última segunda-feira (13), durante o Television Critics Asscoation Press Tour, ele fez declarações bombásticas. A mais chamativa delas foi: “RIP pilot season, 1986 – 2013”. Vamos tentar entender isso.

Todo mundo deu risada, mas na piada dele, havia um fundo de verdade. Reilly e sua equipe de executivos estão trabalhando no fim da temporada de pilotos como nós conhecemos. A ideia da Fox é se focar mais nas encomendas de séries e não dos pilotos. Na verdade, essa estratégia já está em execução, uma vez que pelo menos nove produções da Fox já estão encomendadas para produção, sem sequer ter um piloto pronto.

A maioria dessas séries são “limited series”, ou seja, minisséries. Exemplos: Gracepoint (10 episódios), Hieoglyph (13 episódios), 24: Live Another Day (12 episódios) e Gothan, que mesmo contando com um piloto encomendado, já é preparada como uma série regular.

Segundo Reilly, o sistema de desenvolvimento de programação dos canais vive hoje um momento diferente, e se tornou muito ineficiente e arcaico. Isso fez com que os canais a cabo triunfassem, com maior criatividade e ousadia de ofertas de séries. Além disso, o executivo destaca a flexibilidade que as séries dos canais pagos possuem, permitindo um caminho criativo mais acertado, e caso os problemas aconteçam, uma maior janela para regravar tudo.

Reilly reforça que pensa em encomendar uma menor quantidade de pilotos, principalmente de comédias, obtendo assim uma perspectiva menor de riscos na experimentação. Outra estratégia adotada é encomendar o piloto, mas solicitar a produção de múltiplos scripts, contratando profissionais que podem auxiliar no desenvolvimento da série como um todo, minimizando as chances de erros.

Via