gilmore-girls

Fontes do TVLine informam que a Netflix fechou um acordo com a Warner Bros para uma limited series/revival de Gilmore Girls, que seria assinada pela criadora da série, Amy Sherman-Palladino, e o produtor-executivo, Daniel Palladino.

As negociações com o elenco estão apenas no começo, mas segundo o TVLine, todos os principais membros do elenco fixo da série original (Lauren Graham, Alexis Bledel, Kelly Bishop e Scott Patterson) são esperados para participar dessa continuação. Várias fontes afirmam que esse revival será composto de quatro episódios/telefilmes com 90 minutos de duração.

Nem Netflix, nem Warner Bros, comentam o assunto.

O acordo envolvendo Sherman-Palladino (que deixou Gilmore Girls na última temporada, depois de uma disputa contratual com a Warner Bros) visa concluir a série tal como ela sempre quis. Ela falou sobre a possibilidade de um revival durante o último verão norte-americano, quando ela se reuniu com o elenco da série durante o ATX TV Festival. “Teria que estar tudo certo: o formato, o timing… se acontecer, eu prometo que farei isso corretamente”, disse Palladino.

Em entrevista dada em 2009, Palladino disse que os eventos apresentados na sétima e última temporada de Gilmore Girls não coincidiam com o final que ela via para Lorelai, Rory e companhia. Ela não chegou a ver a última temporada, mas ouviu de outras pessoas sobre os rumos que a série tomou.

Gilmore Girls estreou no finado canal WB em 2000, e encerrou a sua jornada na CW, em 2006.

P.S.: Apesar do TVLine afirmar que essa notícia não é uma brincadeira, ela padece de confirmação oficial da Netflix e da Warner Bros.

Via