No começo da madrugada de hoje (11/05), presenciamos uma chacina no mundo das séries. Alguém na FOX estava com um humor abaixo da média, e aproveitou o estresse cotidiano para cancelar nada menos que cinco séries de sua grade de programação, além de promover algumas produções. O anúncio do line-up da FOX estava marcado para o dia 16/05, mas como resolveram deixar público tudo antes… vamos ao resultado do massacre.

Começando por Human Target, estrelada por Mark Valley, que até tinha uma média boa de 6,33 milhões nessa segunda temporada. Porém, para muitos, foi uma série que sobreviveu demais com a proposta apresentada pela série. E, para uma série que foi para as quartas-feiras, não soube roubar audiência das demais.

Lie to Me, protagonizada por Tim Roth, tinha média de 5,84 milhões, e sofreu com a mudança de dia de exibição. Vale lembrar que Lie to Me foi para a disputada segunda-feira, no lugar da finada LoneStar, que foi cancelada com apenas dois episódios. Ou seja, a missão era realmente muito difícil.

Na sequência, The Chicago Code, que apesar de apresentar uma boa proposta, só tinha média de 6,77 milhões, e com 11 episódios exibidos, não terá segunda temporada por pura falta de audiência. Segundo a HtiFix, os episódios restantes serão exibidos.

Quanto à Breaking In, é um caso estranho. Poderíamos dizer que seria mais uma produção na lista de fracassos de Christian Slater, mas não: apesar de ser de gosto duvidoso, a série tinha média de 7,83 milhões, com cinco episódios exibidos. Se o público estava gostando, por que cancelar, FOX?

Por fim, Traffic Light não tinha futuro. A fraca comédia sobre relacionamentos tinha média de 3,66 milhões, e depois de 11 episódios, dá adeus ao mundo da séries. Perguntamos por que ela foi aprovada, pois não tinha nada que pudesse justificar sua sobrevivência.

Vale lembrar que essa limpa que a FOX fez foi necessária para colocar na grade novas produções, sendo que três delas eles apostam alto: The X-Factor, Terra Nova e Alcatraz.

No próximo post, vamos contar quais as séries que a FOX resolveu promover para o line-up da próxima temporada.

Fonte e Fonte