veep

Olá criançada, o Sacer chegou! Trazendo muita alegria e polêmica, fui convidado a fazer minha listinha anual das melhores séries desse ano. E acreditem se quiser, dentre tanta coisa ruim que tivemos esse ano foi possível salvar algo e o resultado você confere abaixo, lembrando que a escolha é de acordo com a MINHA vontade.

 

10. Game of Thrones

A série teve em sua quarta temporada, seus melhores momentos até agora, entre os quais podemos destacar: o julgamento de Tyrion, a batalha entre Oberyn e Montanha e o casamento púrpura. Só isso já valeria a entrada na lista, mas somado a produção primorosa e o brilho de parte do elenco a fazem abrir o meu TOP 10.

 

9. Arrow

Quem diria que a série que tinha o “caderno da vingancinha” como mote principal iria ganhar tanto em qualidade. Arrow se tornou um show com bons plots e muita agilidade. Como destaque vale citar os três episódios que encerraram a segunda temporada e o winter finale da temporada atual. Como bônus ainda temos a melhor parceira de todos: FELICTY, essa linda!

 

8. The X Factor UK

Depois de acompanhar a versão US em suas três temporadas até o cancelamento, decidi seguir Simon Cowel até a terra da rainha de volta a sua cadeira no programa que deu origem a franquia e não me arrependi. Com um corpo de jurados muito bem alinhavado, bons candidatos, apresentações impecáveis e edição primorosa e ágil, o programa me ganhou e de quebra entrou na lista.

 

7. True Detective

Uma grata surpresa da temporada, com um bom texto, excelentes atuações da dupla protagonista e um PUTA plano sequencia de seis minutos, com certeza merece estar na minha lista de melhores do ano.

 

6. How to Get Away With Murder

A série produzida pela maior macumbeira da TV foi uma das melhores surpresas da temporada. Com um elenco encabeçado pela talentosíssima Viola Davis, ritmo ágil e boas viradas de roteiro, HTGAWM não poderia ficar de fora da minha lista.

 

5. Hannibal

A corajosa série produzida por Bryan Fuller teve ousadia suficiente para se soltar da obra em que é baseada e nos brindou com sua melhor temporada até agora. Atuações espetaculares da sua dupla protagonista, a belíssima estética da série e o banho de sangue da season finale, a tornam uma das melhores desse ano.

 

4. The Newsroom

Chegou ao fim uma das séries mais interessantes e bem escritas da atualidade. Após três temporadas, nos despedimos da ACN e de todos que lá trabalhavam. O texto de Aaron Sorkin foi uma das coisas mais fantásticas que pude ver na TV esse ano, ágil, objetivo, crítico e cheio de humor foi capaz de conquistar a muitos e por isso garantiu lugar no meu Top 10.

 

3. Masterchef Júnior

Uma grata surpresa que descobri esse ano. Quem me conhece sabe que sou fã de realities culinários e acompanho o Masterchef todos os anos, mas ainda não tinha conferido essa versão júnior. Os participantes que tem entre 8 e 13 anos apenas sambam e humilham muitos participantes das outras versões. Cada episódio é uma diversão e também uma tristeza ao ver as eliminações, merece demais ser conferido e garantiu seu lugar aqui com justiça!

 

2. Veep

Apenas um motivo: Julia Louis-Dreyfus! Essa mulher esteve “possuída” durante a terceira temporada da série e contando com diversos momentos memoráveis tem que figurar por aqui.

 

1. The Good Wife

É claro que numa lista de melhores do ano, The Good Wife, deveria figurar nela. Com uma quinta temporada brilhante e audaciosa e um começo de sexta irretocável, Juliana Marguiles brilhou mais uma vez com sua Alicia, bem como parte de seu elenco, destaques para Josh Charles e Christine Baranski nos episódios “Dramatics, Your Honor” e “The Last Call”. Brilhante!

 

Menções Honrosas: House of Cards, The Middle, Chicago PD, Faking It, Masterchef BR, 24: Live Another Day