peter_dinklage_season_4_game_of_thrones

Na madrugada de hoje (12), pelo menos seis episódios da quinta temporada de Game of Thrones (HBO) teriam vazado na internet antes da estreia oficial da temporada. O grupo que seria o responsável pelo vazamento postou em um fórum no site 4Chan um comunicado informando que seis episódios estariam disponíveis antes do tempo, e até o momento da produção desse post, os quatro primeiros episódios já estavam disponíveis para download.

De acordo com relatos de usuários que tiveram a coragem de fazer o download, os arquivos eram legítimos, e contavam mesmo com episódios inéditos de Game of Thrones. Os próprios produtores da série compartilharam na semana passada o receio de vazamentos de episódios da série de George R.R. Martin, que é hoje a mais baixada e compartilhada da atualidade.

A HBO ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas podemos dizer que o canal trabalhou pesado na estreia da quinta temporada da série. Realizou na última quinta-feira (9) um evento para a imprensa, onde o episódio de estreia da nova temporada foi exibido, e vai exibir a estreia da nova temporada de forma simultânea em mais de 170 países.

Especificamente no Brasil, a HBO seguiu a tradição de liberar todos os seus canais premium para todos os clientes das diversas operadoras de TV por assinatura, para que possam acompanhar a estreia da nova temporada de Game of Thrones.

Existe a possibilidade dos episódios vazados serem ‘screeners’, ou seja, as versões dos arquivos em vídeo que um canal pode enviar para jornalistas poderem conhecer um pouco mais da temporada, até mesmo para poder produzir as suas matérias e postagens após o episódio ser exibido na TV.

Ainda não sabemos a extensão desse vazamento, e quais serão os contornos que o caso pode tomar. Fato é que não vamos compartilhar links para download dos episódios (quem quiser correr atrás, já sabe como fazer – acreditamos que o leitor do SpinOff é minimamente inteligente para saber usar o Google), e recomendamos que você espere o episódio ser exibido na HBO.

O esforço do canal em oferecer um conteúdo de qualidade e no mesmo tempo que a sua matriz norte-americana vale a espera. Sem falar que, apesar de outros internautas afirmarem que os arquivos são legítimos, muito provavelmente a qualidade dos vídeos está abaixo daquela que a HBO vai apresentar no seu canal oficial. Sem falar nos riscos que você corre ao fazer um download de uma fonte desconhecida.

Em caso de novas informações sobre o assunto, esse post será atualizado.