As sessões de terapia com Paul Weston voltaram…pelo menos nos Estados Unidos. Depois de uma ótima segunda temporada, Paul nos apresenta os problemas de mais três pacientes além de se abrir com uma nova terapeuta, Adele, interpretada pela ótima Amy Ryan.

Aí vai um breve resumo dos novos pacientes: Sunil tem um casamento arranjando na Índia e sofre as frustrações de viver em Nova York; Frances parece ter a maior quantidade de problemas: infelicidade no trabalho,  distanciamento da filha e temor em relação à sua saúde; Jesse reluta em entrar em contato com a mãe da qual foi separado no nascimento. Já as sessões de Paul com Adele servem para ele contar sobre a traição que sente de sua antiga terapeuta e orientadora Gina, interpretada nas duas primeiras temporadas por Dianne Wiest.

Diferentemente das duas primeiras temporadas, em que os episódios eram regravações da série original israelense, a terceira é inteiramente americana. Acredito que seja a última temporada da série, que já corria o risco de cancelamento na temporada passada e que nesta vem com menos episódios por semana, apenas quatro (um a menos que as duas primeiras).

A nova temporada terá estréia na HBO Brasil somente em 2011, porém sem data confirmada.