charlie-sheen

Todos nós fomos pegos de surpresa, quando começou a pular nas telas dos nossos PCs e notebooks na tarde do dia 25/12, a notícia da prisão de Charlie Sheen em Aspen, Colorado, pela suspeita de violência doméstica contra a esposa, Brooke Mueller. É o tipo de notícia que normalmente você não vê sendo divulgada numa manha/tarde de Natal. A não ser, é claro, se estivermos falando do astro central da bem-sucedida Two And a Half Men (CBS/Warner).

A questão que levantamos é outra: tá, nós bem sabemos do histórico de Sheen de sua vida particular (que frequentemente se torna pública) e sabemos que, por mais que gostemos do ator, é fato de se reconhecer que ele tem alguns parafusos soltos na cabeça. Mas… seria ele reflexo da fase atual que a série passa nos EUA?

Veja bem, em nenhum momento estou dizendo que não gosto de Two And a Half Men. Assisto a série toda semana, religiosamente, me divirto com ela… mas ela não é, hoje, a série número 1 de comédia dos EUA. Para mim, The Big Bang Theory, que está no mesmo canal, exibida no mesmo dia que TAHM, já está a frente, de um modo geral, e a audiência mostra isso (TBBT é a sitcom #1 das segundas de comédia da CBS, com mais audiência que TAHM e How I Met Your Mother).

Outro aspecto a se observar é que Charlie Sheen é, hoje, o salário mais alto da TV americana entre os atores (US$ 850 mil por episódio), o que aumenta ainda mais os holofotes pra cima dele e, por tabela, as dores de cabeça para produtores e roteiristas da série (ter atores com questões judiciais e/ou presos atrapalham e muito o processo de produção de qualquer série).

Levando em conta que Two And a Half Men foi renovada para, pelo menos, até 2011, fica então aquela névoa de desconfiança. Já se olhava um pouco estranho para a série nesta temporada, com esta queda de ritmo e audiência. E com mais este problema de Sheen… bom, isso mostra o quanto está difícil a coisa pro lado dos Harper.

Longe de nós decretar o fim da série. Acho que ela sobrevive até a prometida 9ª Temporada. Mas… a que custo? Sobre quais penas? Charlie Sheen vai segurar a onda para concluir este compromisso com a CBS e com uma base de fãs da série que é gigante? Bom, estas perguntas só serão respondidas com o decorrer do tempo. Tempo é o que eles mais tem.

Mas que precisamos ficar de olho, isso é fato. O incidente de Sheen pode ser um fato isolado e de aspecto particular? Claro que pode. Mas também pode ser um dos sintomas de que a vida na casa da praia não é tão feliz e contente quanto se imagina.