a-Fazenda-8-2015

Não sei por que não falamos ante de A Fazenda (Record) nesse blog. Sério, o reality de confinamento rural é tão peculiar, com detalhes tão pitorescos e únicos, que é praticamente impossível passar imune ao resultado final oferecido, onde podemos dizer que a Record, mais uma vez, “conseguiu”. O que? Colocar mais pessoas que não fazemos a melhor ideia de quem são no “mainstream”.

A 8ª temporada de A Fazenda começou bem antes de sua estreia de ontem (23), com a saída de Britto Júnior no papel de apresentador. O moço ex-Globo era muito questionado sobre sua forma de apresentar o programa, demonstrando carisma zero e experiência para esse tipo de programa abaixo de zero (mesmo com anos de Hoje Em Dia). No seu lugar, entrou Roberto Jutus, ex-Eliana, ex-Adriane Galisteu, ex-Ticiane Pinheiro e ex-Aprendiz (não necessariamente nessa mesma ordem).

Aliás, saudades de O Aprendiz…

23set2015---roberto-justus-estreia-no-comando-da-oitava-temporada-de-a-fazenda-8-1443058277936_956x500

Um dos mistérios da estreia de A Fazenda foi descobrir qual era o real número da calça jeans utilizada ontem por Roberto Justus. Sim, pois ela era, pelo menos, dois números menor do que os ternos que esse senhor usa no seu dia a dia profissional. Sem falar que Justus tinha que dar um jeito de aparecer mais do que os confinados (o que não é difícil quando a pessoa mais famosa do elenco do seu reality é a Mara Maravilha), chegando no programa de helicóptero. Na verdade, entendo que é um recado claro: é a transição do Justus do Aprendiz para o Justus da roça.

De modo geral, as pessoas estavam elogiando a performance de Justus como host de A Fazenda. De novo, uma missão que não é difícil, levando em consideração que o último apresentador do programa era o criticadíssimo Britto Júnior.

Mas… e os astros do programa, as “celebridades” (???)? Ou melhor, sub-celebridades. Melhor ainda: os protagonistas do momento “famoso quem?”

3zy038ulkw_5orno9iejl_file

Uma dessas sub-celebridades vai ficar milionária. R$ 2 milhões e os meses de exposição vai mudar a vida de um deles, que buscam os 15 minutos de fama (já que depois disso vão cair no esquecimento novamente).

Na última hora, já tivemos uma troca. Rafael Ilha (ex-Polegar) foi retirado do programa, por conta dos problemas que ele tem, todo mundo sabe qual é, e que não vem muito ao caso abordar nesse post. Mas… quer saber? Sorte dele. Não vai ter que ouvir o Ovelha berrando no seu ouvido “OU OU YAY YAY…” de hora em hora.

Dito isso, temos “celebridades” do porte de João Paulo Mantovani, Marcelo Bimbi e Luka Ribeiro, pessoas que, se bobear, nem o Google sabe quem é. Thiago Servo eu devo ter ouvido falar em algum momento enquanto eu estava dormindo, durante as madrugadas, na TV Gazeta. Edu K eu sei quem é: vocalista do De Falla, DJ e músico gaúcho (clique aqui para ver o seu maior hit), mas a maioria do Brasil não conhece.

Amaral (ex-jogador de futebol) é conhecido por conta de sua profissão, mas convenhamos, não é o que podemos chamar de “celebridade”, e o cantor Ovelha é aquele do “OU OU YAY YAY…”, um cara de uma música só, e olhe lá. Mas as pessoas gostam dele mesmo assim (mas que deve ser um saco viver três meses ao lado do cara berrando “OU OU YAY YAY…”, isso é…).

Entre as mulheres, Mara Maravilha não só e a “celebridade ” da lista como favorita a ser a “rainha do povo” dessa edição. Ana Paula Minerato é mais reconhecida quando está sem roupa. Rebeca Gusmão só é conhecida entre os esportistas. As demais (na ordem: Li Martins, Rayane Moraes, Veridiana Freitas, Quelynah – c*r*lho, as pessoas precisam parar de procurar numerólogos – Simões e Carla Prata) são pessoas que eu não faço a mais vaga ideia de quem são.

No final das contas, A Fazenda entra na sua 8ª temporada repetindo o seu objetivo social de oferecer uma chance de alguém que não é uma celebridade se tornar uma. Mesmo que durante três meses e nada mais. A cada ano, a Record consegue se superar na capacidade de encontrar sub-famosos, pessoas que ninguém conhece, mas que por motivos que desconhecemos, podem cobrar cachês de R$ 10 mil para ficar 30 minutos em festas de debutantes de filhas de pais separados.

E não sei o que é pior: ser famosa por ser “a ex-esposa do Latino”, ou por ser “o ex-cover do Doctor Robert Rey”.